02/12/20 - 09:38:52

Lacen realiza análises em água e alimentos visando a saúde da população

O Laboratório Central de Saúde Pública de Sergipe (Lacen), através do serviço de Bromatologia e Química, realiza testes em amostras de alimentos, de água para consumo humano, água mineral e água para tratamento de Diálise. As análises têm como finalidade avaliar a qualidade dos produtos comercializados e consumidos pela população.

De acordo com o gerente de Diagnósticos de Produtos e Ambiente, Antônio Augusto Vieira Almeida, o setor executa análises microbiológicas para pesquisar se existe a presença de microrganismos como, bactérias, fungos e vírus.  “Esse é um procedimento laboratorial imprescindível para atuação das Vigilâncias Sanitárias. Os laudos analíticos emitidos pelo Laboratório Central contribuem para a fiscalização e orientação à população”, explicou.

Esse tipo de análise é requisitado pelas coordenações de Vigilâncias Sanitárias das Secretarias Municipais de Saúde dos municípios, que também são responsáveis em efetuar a coleta do material que passará por estudo. “Todo o trabalho segue procedimentos de acordo com programa próprio de monitoramento de alimentos ou, por convênio junto à Vigilância Sanitária Estadual”, ressaltou Antônio Augusto.

Os municípios encaminham o material para o Lacen, que inicialmente passa pelo setor de Coleta e Recepção de Amostras, onde  é feito o trabalho de conferência dos dados cadastrais de acordo com o detalhamento das informações contidas no registro do munícipio solicitante como: responsável pela coleta da amostra; Identificação da amostra; Colheita da amostra (data, hora, tipo de análise solicitada, motivo da amostragem). Depois as amostras seguem o laboratório de Bromatologia e Química, onde serão processadas.

As pesquisas em alimentos utiliza a técnica de Número Mais Provável (NMP), método convencional, que consiste em inocular alimentos em meios de cultura especificamente para cada microrganismo a ser pesquisado, sequencialmente e diariamente. Na proporção em que ocorre crescimento de algum microrganismo, é feito o isolamento em outro meio de cultura seletivo, para determinação dos microrganismos que surgirem durante o processo laboratorial. A realização das metodologias pode levar até oito dias para sua conclusão.

Para analises da água o Lacen segue o Programa de Monitoramento de Água para Consumo Humano, realizando ensaios de pH, Flúor, Cor, Turbidez, para Análise Físico-Química. E para análise Microbiológica, realiza os ensaios de Coliformes Totais e Escherichia coli.  O resultado das análises de água para consumo humano é emitido num prazo de 24 horas e para conclusão da análise microbiológica de água para Diálise o prazo de liberação ocorre em 48 horas, após o início dos procedimentos.

Referência

O Lacen é a unidade de referência de Sergipe, responsável pelas ações laboratoriais de média e alta complexidade em Vigilância em Saúde e complementação diagnóstica, visando o controle dos principais agravos de saúde da população, como dengue, chikungunya, Zika Virus, Coronavirus, meningites, difteria, dentre outras.  “Um dos pilares da instituição é propiciar o conhecimento e investigação diagnóstica de agravos de notificação compulsória e imediata com as analises feitas na água e alimentos  que cumprem as especificações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa”, informou Cliomar Alves, superintendente do Lacen.

Estrutura

A instituição conta com um parque de equipamentos estruturado com Estufas Bacteriológicas, Cabines de Fluxo Laminar (onde são manipulados os alimentos), equipamentos tipo banho-maria, microscópio, contador de Colônias e Câmara de Conservação (onde os meios de cultura são conservados a 3,0ºC, até o momento de serem utilizados). Esta mesma estrutura é utilizada para realização da análise microbiológica em água para Diálise (Pesquisa de Bactérias Heterotróficas).

Fonte e foto SES