07/12/20 - 17:26:59

COM AFAGO A JOÃO DÓRIA, EDUARDO PAES ANUNCIA SECRETÁRIOS LIGADOS A PARTIDOS

RIO — Crescem as indicações políticas na futura administração de Eduardo Paes. Após uma semana com poucos nomes ligados a partidos, nesta segunda-feira, dia 7, o prefeito eleito apresentou uma indicação do PSDB, Cristiano Beraldo para a pasta de Turismo, e disse que São Paulo, governado por João Dória, será “grande parceiro” do Rio. O prefeito eleito também anunciou Daniela Maia, irmã gêmea de Rodrigo Maia, como presidente da Riotur.

Outros nomes de políticos confirmados no secretariado, mas que ainda serão apresentados, são o deputado estadual Chicão Bulhões (Novo), como secretário de Desenvolvimento Econômico; o deputado estadual Jorge Felipe Netto (PSD), como secretário de Trabalho e Renda, o que foi revelado pela colunista Berenice Seara; e Vinícius Cordeiro, presidente do Avante no Rio, que será titular da pasta de Defesa dos Animais.

Ao fim de sua breve fala na coletiva desta manhã, no gabinete de transição no prédio da Firjan, Paes disse que falou, poucas horas antes, com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB) por telefone. O partido abriu mão de candidatura própria nas últimas eleições para integrar a aliança de Paes.

— É um orgulho ter o PSDB no nosso governo. Transmito ao governador João Doria e ao presidente Paulo Marinho nosso agradecimento pela aposta do PSDB na nossa candidatura. Falei com o Doria hoje pela manhã e tenho certeza que SP vai poder ser grande parceiro do Rio em várias áreas, mas especialmente no setor do turismo. O Rio vai receber de braços abertos todos paulistas que quiserem passar aqui o verão — afirmou Paes, que depois negou pressões partidárias para cargos. — As escolhas são minhas, temos pressão zero dos partidos e dos aliados para indicações. Mas tenho problema zero com políticos. Pelo contrário.

Proximidade com Secretaria de Turismo de SP

Para Paulo Marinho, que seria o candidato do PSDB à prefeitura até a entrada de Paes, o partido está recebendo o tratamento que merece como “parceiro de primeira hora”.

— O que podia fazer para ajudar durante a campanha nós fizemos. PSDB foi o primeiro partido a aderir coligação, parceiros de primeira hora. E estamos recebendo tratamento de parceiros de primeira hora — afirmou Marinho, que disse que a única indicação do PSDB foi a de Cristiano Beraldo. — Há um caminho forte de ação entre governos da prefeitura do Rio e do governo de São Paulo. Temos bom relacionamento, o que beneficia o plano de governo.

O presidente do PSDB do Rio defende que a capital fluminense precisa explorar melhor o potencial turístico de paulistas. Ele disse que a ligação entre as pastas de turismo está tão afiada que o secretário estadual de São Paulo, Vinicius Lummertz, deve indicar nomes para a equipe de Critiano Beraldo.

— Tenho batido na tecla de que o grande emissor de turistas para o Rio é São Paulo. Mais que Miami, Nova York, ou qualquer cidade. Potencial turístico e investidor. Os paulistas de classe média alta gostariam de ter uma segunda  residência no Rio. Para isso, precisa oferecer boa experiencia. Tenho certeza que o Vinicius (Lummertz), com quem Cristiano tem conversado, jé sugeriu nomes para a secretaria.

Desfiles de carnaval podem ser em julho

Para Riotur, a nomeada é Daniela Maia, irmã gêmea de Rodrigo Maia. Ao apresentá-la, Paes disse que “se deus quiser em julho vamos realizar a maior festa da história do planeta”, sobre o carnaval, e contou que Daniela Maia, sua ex-namorada na juventura, é a responsável por sua entrada na política, e não Rodrigo ou Cesar Maia.

— Adoram apontar o Cesar e o Rodrigo como responsáveis pela minha entrada na política, mas é uma mentira. Credito a Daniela. Ela me apresentou e abriu as portas. Nós nos conhecemos entre 1986 e 1987 — disse o prefeito eleito, que ainda citou a trajetória na área de eventos da nova nomeada.

Apesar da sua atuação na área como empresária, Daniela foi direta ao responder sobre a reação da sua família à nomeação.

— Acho que veio um pouco deles (a nomeação). Talvez o desejo de uma mulher Maia entrando na política, e acho que agora estou preparada — afirmou.

A nova secretária ainda comentou sobre a data do carnaval de 2021, que foi adiado de fevereiro para julho em decorrência da pandemia da Covid-19, conforme deliberou a Liesa.

— A princípio, será nessa data. Ainda precisamos entrar e dialogar, mas a certeza é que faremos um grande carnaval, com todos os cuidados.

Além de Beraldo, que foi coordenador do programa de turismo da candidatura de Paes, e Daniela Maia, o prefeito eleito também apresentou dois novos subprefeitos: Wagner Coe, quadro do DEM, na subprefeitura da Grande Tijuca, e Rodrigo Toledo, que participou do governo anterior, na subprefeitura das Ilhas (do Governador, Paquetá e Fundão).

Eduardo Paes ainda apresentou Marcus Faustini, nomeado secretário de Cultura. Oriundo do Cesarão, conjunto habitacional da Zona Oeste, Faustini é mais um nome da periferia a integrar o governo, assim como Salvino Oliveira, da Cidade de Deus, e Joyce Trindade, de Cosmos.

O novo secretário prometeu medidas emergenciais para Cultura, como elaboração de um auxílio a partir de janeiro de 2021, além de retomar e inaugurar equipamentos nas Zonas Oeste e Norte  e “territorializar” o Orçamento da pasta, ou seja, levar editais para regiões específicas da cidade.

— Acho que já tinha passado da hora de incluir esses atores da periferia na administração pública e, assim, interromper a tradição “Zona Sul cêntrica” — afirmou Faustini.

Membros do futuro governo, como o  secretário da Fazenda nomeado, Pedro Paulo, vêm respondendo que o importante é reduzir o número de comissionados e de cargos de segundo e terceiro escalão.
O GLOBO- Lucas Altino