13/12/20 - 09:38:59

ESTUDANTE DE SIMÃO DIAS REALIZA SONHO DE SE TORNAR UMA BIOMÉDICA

Protagonista de sua própria história, Vitória Ribeiro enfrentava, todos os dias, o bate e volta de 208 km de estrada, para estar em sala de aula. Um mês após a formatura veio o convite para atuar em uma grande rede hospitalar de Aracaju.

Foi pesquisando sobre disciplinas com as quais tinha afinidade que Josefa Vitória Ribeiro dos Santos descobriu a Biomedicina e conseguiu realizar o sonho, acalentado ainda na infância, de cursar o ensino superior. Em 2016, após ser aprovada no ProUni, o desejo da menina do interior começou a ganhar contornos.

Com a perspectiva de que tentaria permear diferentes áreas para adquirir o máximo de conhecimento e experiência, enfrentou ao longo dos três primeiros períodos, os 104 km de estrada entre Simão Dias, na região centro sul de Sergipe e a capital Aracaju. No final de cada turno de aprendizado na Unit, campus Farolândia, mais uma hora e quarenta minutos de rodovia de volta para casa.

“No terceiro período soube de um processo seletivo para estágio no Laboratório Central de Biomedicina e me candidatei para o setor de imuno-hematologia. Fui aprovada e iniciei meu primeiro estágio extracurricular”, lembra.

Ao longo dos períodos, Vitória Ribeiro também participou ativamente de Ligas Acadêmicas, a exemplo da Liga Acadêmica Sergipana de Parasitologia Humana, Liga Acadêmica de Microbiologia e a de Hematologia, na qual atuou como presidente. Também envolvida na organização de eventos da universidade, participou ainda da Jornada de Biomedicina, principal evento do curso.

“Nessa época pude perder a timidez de apresentações em público e tive contato com professores da área”, revela.

No 50 período, por meio de contato com professoras, iniciou o estágio no Hospital Primavera onde permaneceu até quase o final do curso e teve a oportunidade de permear todos os setores das análises clínicas, o que proporcionou experiência direta com a rotina ambulatorial e hospitalar e contato com vários profissionais.

“Em paralelo a isso e a partir da perda da timidez, encarei o processo seletivo para me tornar monitora da disciplina de Hematologia Clínica, no qual fui aprovada e pude ter a experiência de acompanhar professores magníficos e aprender com os alunos durante as aulas”, relata.

No início de 2020 veio a oportunidade de iniciar estágio curricular no setor da Microbiologia do Laboratório da Unimed Sergipe, mas em decorrência da suspensão das atividades acadêmicas causada pela pandemia não foi possível finalizar.

“Mesmo assim pude conhecer excelentes profissionais, adquirir experiência e agregar conhecimentos no tempo que passei, lapidando meu eu profissional. Graças aos meus dois anos de estágio extracurricular no Hospital Primavera, pude concluir o meu estágio curricular através da integralização de horas”.

Foi então que, pouco menos de um mês de formada, surgiu a oportunidade para Vitória Ribeiro de voltar ao Hospital Primavera onde passou os últimos anos de formação, mas dessa vez como profissional da área de Biomedicina.

“Revendo hoje toda a história, todos aqueles dias corridos em que passei mais de 12 horas fora de casa, longe da família, quando nem tudo saiu como planejado, percebo que valeu a pena. Tenho a certeza de que o meu envolvimento em atividades dentro e fora da Universidade Tiradentes contribuíram positivamente para a minha formação, além do contato com os docentes. Encontrei ao longo desses anos professores, profissionais e pessoas externas que me inspiraram e incentivaram a continuar. Foram anos de sacrifício que com certeza valeram a pena. Agora espero retribuir ajudando as pessoas e incentivando outras em seus objetivos”, finaliza.

Assessoria de Imprensa