16/12/20 - 00:02:13

Reunião foi muito difícil

Diógenes Brayner diogenesbrayner@gmail.com

As medidas adotadas pelo governador Belivaldo Chagas (PSD), ontem, em relação ao controle nos festejos de final de ano, surpreendeu. A situação é complicada, “drástica”, como disse o próprio governador, e se não fossem anunciadas algumas restrições as consequências poderiam ser mais graves após a festa. A reunião do Comitê Técnico Científico estava marcada para amanhã e foi antecipada para ontem em razão de Sergipe aparecer com a taxa de contágio do Covid mais alta do País.

Foi uma reunião muito difícil e extremamente séria para se adotar medidas que evitassem maiores danos à saúde dos sergipanos. A decisão de reduzir presença de pessoas nos eventos, bares e restaurantes teve uma razão: são esses locais que mais aglomeram nesse período de confraternizações. Consequentemente os que mais põem em risco a ampliação da contaminação.

Um detalhe que jamais ocorreu nas reuniões do Comitê já realizadas: muita gente defendia o fechamento dos estabelecimentos comerciais e proibição dos eventos. Isso não foi posto em pauta, mas até mesmo um representante empresarial do segmento defendia o bloqueio para realização de festas. O governador Belivaldo Chagas optou por não radicalizar e decidiu por reduzir número de frequentadores e obrigar protocolos sanitários nas realizações desses festejos, embora impondo medidas mais duras para conter os excessos geralmente praticados.

Há um detalhe que serviu de comentário: só Sergipe não proibiu eventos, porque ainda está em situação de controle e tem leitos de UTIs e enfermarias nos hospitais. A decisão tomada dá para segurar, mas se nada fosse feito provavelmente a doença aumentaria, tanto que poderia se perder o controle. Já na primeira semana de janeiro haverá uma nova reunião do Comitê para avaliação. Assim, para evitar ampliação de contágio, quem realizar qualquer festa sem autorização prévia da Secretaria da Saúde, o local será lacrado. As exigências para registro são um projeto para fazer valer os protocolos determinados pela Vigilância Sanitária.

Um detalhe que chama a atenção e até assusta: o Comitê Técnico e Científico apresentou ontem números e fizeram a avaliação de que em abril poderá acontecer um novo picos do Covid em Sergipe. Mesmo assim, a expectativa criada ontem está voltada para o anúncio do Plano Nacional de Imunização da doença, através da vacinação em massa, que o Governo Federal vai realizar.

Há um apelo, entretanto, para que a população mais jovem se conscientize da necessidade de evitar aglomerações, não usar máscaras e não desacreditar na força de contaminação do coronavirus, porque correm o risco de, pela última vez, desejarem um Feliz Natal a seus pais e avós.

Não ganha par ou ímpar

Circulou nos bastidores políticos: “Internamente, o reitor da UFS e todo o seu agrupamento político, não ganham mais nem ‘par ou ímpar’”.

*** – Saíram pela porta dos fundos e rechaçados por toda comunidade acadêmica que viu seu direito cerceado pelo ex-reitor Ângelo Antoniolli de poder escolher o próximo dirigente da instituição.

*** E mais: “Ainda assim a comunidade acadêmica realizou sua histórica e tradicional consulta pública com representantes eleitos democraticamente”.

Segundo Golpe

O ex-reitor agora tenta um “segundo golpe,” que é ludibriar a bancada sergipana no Congresso e estaria pedindo para os parlamentares assinarem documento em favor do seu candidato, que consta na lista tríplice.

*** – Isso, mesmo não tendo respeitado o resultado da consulta acadêmica e muito menos ter apresentado seu plano de trabalho para os próximos quatro anos.

Jackson e Danielle

O ex-governador Jackson Barreto (MDB) respondeu à delegada Danielle Garcia, do Cidadania, que o classificou de “idoso”, em razão de uma ironia feita por ele com a vitória de Edvaldo Nogueira, na disputa pela reeleição.

*** Segundo Jackson, “quer dizer que quando nomeei a delegada Daniele para a Deotap eu era novo? Mas a diferença de idade era a mesma”.

Danielle foi privilegiada

Jackson Barreto classificou a delegada Danielle Garcia de “oportunista”. E explicou: “ela é de direita declarada e aceitou um cargo na Deotap concedido por um Governo de esquerda”.

*** – Danielle foi “privilegiada entre os cargos em comissão dos seus colegas na indicação para a Deotap”. E insistiu: “nesse caso a idade não contava?”

Jackson ainda pergunta

O ex-governador faz uma pergunta: “o quê Danielle encontrou de corrupção no Governo que ela participou”?

*** E diz que “chegar à idade que cheguei com uma carreira política exitosa, é um grande privilégio”. E concluiu: “Danielle foi a candidata à prefeita de Aracaju que teve o pior desempenho eleitoral”.

Edvaldo e a Presidência

O prefeito reeleito Edvaldo Nogueira (PDT) não conversou com os vereadores eleitos e reeleitos, sobre a Presidência da Câmara Municipal. Avisa que não vai se envolver.

*** Ele tomou café da manhã com todos os vereadores e não tratou do assunto. Mas já tem outro encontro agendado com todos eles e deve falar sobre política.

*** Edvaldo tem dito que não vai se envolver na escolha da Mesa da Câmara, mas isso faz parte da posição que exerce.

Candidato a governador

Edvaldo Nogueira nega sua candidatura ao Governo em 2022 com veemência. Desfez essa possibilidade em almoço com Ulices Andrade, mas nos bastidores, inclusive entre seus aliados, não se fala em outra coisa.

*** O prefeito reeleito, inclusive, já deixou bem claro que não pretende mais exercer o mesmo mandato, o que mereceu a observação: “e ele não vai esperar até 2026 para tentar um novo mandato.”.

Zero de chance

O deputado estadual Gilmar Carvalho (PSC) sugeriu que não houve recesso parlamentar de final de ano. Mas os seus colegas discordam: “zero de possibilidade”, disse um deles.

*** Um dos deputados disse que desde a pandemia que Gilmar não comparece na Alese e acrescentou que “nas sessões virtuais pouco aparece e participa”.

PSB bem com o PT

Essa é para valer: existe um relacionamento muito bom [chega a ser excelente] entre o PT e o PSB em nível de Brasília, mas sem que houvesse avanços em relação a uma proposta de trocar a direção em Sergipe.

*** De Brasília, um deputado federal disse que o PSB já ofereceu a sigla a um membro do PT em Sergipe, mas ainda não deu em nada.

PSDB ainda aguarda

O ex-senador Eduardo Amorim (PSDB) disse que o partido ainda não trata sobre 2022 e o fará no momento mais próximo.

*** O partido pretende formar uma chapa para disputar Câmara Federal e precisa fazer filiações de pessoas interessadas em disputar mandato.

*** O PSDB pretende manter a aliança que disputou a Prefeitura de Aracaju, mas isso depende do PSB e do Cidadania.

Chapa é problema

O maior problema desses partidos menores – ou que perderam força – é a formação das chapas parlamentares, que precisam de vários candidatos sem composições.

*** Pelo que se percebe, a maioria dos partidos não terá número suficiente para montar uma chapa e disputar Assembleia e Câmara Federal.

Lúcio ainda no Avante

Lúcio Flávio, ex-candidato do Avante a prefeito de Aracaju, chegou a pedir para deixar o partido, depois das eleição, mas foi convencido pelo presidente nacional, deputado federal Luiz Tibé (MG) a permanecer na legenda.

*** Ele atendeu a Tibé e ainda não tem planos políticos para 2022, mas não descarta uma candidatura: “ainda não sei a quê”, disse.

*** Lúcio vem conversando com grupamentos que foram ligados ao PSL, que podem se juntar a ele, inclusive Eliane da Sopa, que fora candidata a prefeita de Socorro.

Emendas para Turismo

O secretário de Turismo, Salles Neto, encontra-se em Brasília em visita à bancada de Sergipe, para conseguir emenda ao orçamento para o setor no Estado.

*** Seriam recursos para fortalecer a promoção do destino e a infraestrutura turística de Sergipe.

*** Ontem Salles esteve com deputados e expôs o projeto. Hoje estará com outros parlamentares com o mesmo objetivo.

Mitidieri e antecipação

O deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) disse ontem que está achando que no réveillon vamos comemorar a chegada de 2022.

*** Segundo Mitidieri, “a impressão é que pulamos 2021. Muita gente se antecipando. Tudo no seu tempo”!

*** Mitidieri é um nome que se sugere como candidato a governador.

Como explicar a fome?

O líder do PT no Senado faz uma pergunta que precisa urgente de resposta: “Nós somos o maior produtor de grãos do mundo, como explicar a fome nesse país”?

*** E critica: “Esse Governo só apresenta propostas para deixar o pobre mais pobre e para concentrar riqueza dos que já são ricos”.

Uma boa conversa

Será muito duro – O Estado vai ser duro para evitar excesso de aglomerações e evitar que o Covil-19 contagie o maior número de pessoas possíveis.

Precisa consciência – A população tem que expor consciência de que o coronavirus está voltando forte e tem contagiado maior número de jovens e levando idosos à morte.

Muito cuidado – As aglomerações, num período de festas, principalmente de confraternização, podem provocar que esse seja o último “feliz natal” que se deseje a pais e avós.

São denunciados – O ex-presidente do Rio, Witzel, e o presidente do PSC, pastor Everaldo, são denunciados por corrupção e lavagem de dinheiro.

Marcelo Bloc – Pastor cearense que disse que vacina chinesa tinha HIV dentro, dentre outros absurdos, está na mira no Ministério Público.

Deu no Uol – Abin admite reunião com defesa de Flávio Bolsonaro, mas diz ao STF que não produziu relatórios.

Gilberto Natalini – Mais de 900 mortes hoje por COVID-19 no Brasil. E Bolsonaro dançando no Ceagesp. É, de fato, um aloprado do mal!

Silvio faz 90 – O presidente levou ao dono do SBT um selo dos Correios alusivo aos 90 anos do apresentador.