17/12/20 - 00:26:12

Covid preocupa, mas é difícil segurar

Diógenes Braynerdiogenesbrayner@gmail.com

O governador Belivaldo Chagas (PSD) não esconde que está muito preocupado com a rapidez da contaminação através do coronavírus nessa segunda fase da pandemia. Os integrantes do Comitê Técnico e Científico seguem na mesma linha. Todos pensam em deter essa velocidade com que o vírus contamina e precisam contar com o entendimento e participação da sociedade. O maior receio é a superlotação dos hospitais – leitos de UTIs – e enfermagens, principalmente em um período que a população quer se ver, se abraçar, se confraternizar e festejar.

Apenas para se ter ideia do risco que se corre nesse momento, o Governo reservou mais 18 leitos no Hospital Renascença, mas não há médicos para atendimento. E isso se torna dramático, porque os profissionais aprovados não aceitam o contrato neste período, porque não pretendem trabalhar neste momento de comemoração do Natal e Ano Novo. Resultado: terá que ser aberto um novo concurso para tentar que os aprovados aceitem assumir suas atividades. O governador Belivaldo Chagas está atento a todo esse retorno da pandemia, exatamente em um período que a população mais se confraterniza, não aceita os protocolos impostos para evitar a contaminação e o resultado final pode ser dramático.

Está muito claro que quem vacilar nesse reveillon pode se contaminar e não ter leitos nos hospitais para atendimento, o que aumentará o número de óbitos. A reunião mais dura do Comitê aconteceu na terça-feira, em razão da perspectiva do Covid fazer mais vítimas e do receio que a partir de janeiro o clima seja de pânico, com críticas ao Governo, que tenta evitar um grande número excesso de aglomerações, mas não é ouvido e nem atendido pela população, que só acredita no vírus quando está à beira da morte nos leitos ou, sem condições de ser atendido, nas portas dos hospitais superlotados.

Um fato avaliado na reunião: a posse de novos eleitos, a permanência dos reeleitos e a derrota de outros que foram rejeitados pelo povo. Esses estarão mais preocupados com a posse e sem projetos para controlar excessos de pessoas juntas. O resultado sobra para o Governo, que não pode abandonar a sua gente nesses momentos de dor e risco de vida. O pessoal do comitê chama a atenção para a superlotação nos transportes públicos. Há necessidade de não se permitir passageiros em pé. Tudo isso precisa ter um controle severo dos municípios o mais urgente possível.

A previsão é que em janeiro registre-se um aumento de contaminados e o Governo já está preparado para endurecer com a redução de horários de funcionamento e até voltar a adotar o fechamento de segmentos e prejudicar a área econômica. Para se ter uma ideia, no sábado será realizado o Natal antecipado no Caueiras Beach Show, com a banda Dois Ciganos, ao preço de 10 reais. Na segunda-feira (28) será a vez do show “Farra do Patrão – A Ressaca”, no Israel Beach Bar, na orlinha da Coroa do Meio. Todos dois sem seguir protocolos da Vigilância Sanitária e sem controle sobre a aglomeração que provoca a contaminação. Como conter isso?

Se impedir os dois shows, atraentes para o Covid-19, o Governo é impiedoso com a classe artística e prejudica as suas atividades. Se permitir e obter o resultado de pessoas que se infectaram, o Governo será taxado de irresponsável. Em casos como esses se recomendam ação enérgica para controlar festas que não tenham compromissos com a saúde e vida dos frequentadores.

De todas as formas, o governador Belivaldo Chagas vai estar atento aos excessos que podem – e devem – ser cometidos, para uma análise geral com o Comitê já na primeira semana de janeiro. A maior atenção é com os hospitais do SUS. Sem obediência aos protocolos, pode ocorrer falta de leitos e, sem atendimento, a situação se torna dramática e não haverá como atender a todos os contaminados. E sem atendimento, nem sempre o destino é o retorno para casa, o que será lamentável.

O vírus está voltando e precisa da consciência de todos em relação ao que isso representa. É se controlar para se manter saudável e viver, ou relaxar para adoecer e até morrer. A escolha é de cada um.

Eleições colaboram

Em Sergipe, durante a pré-campanha e campanha eleitoral, ocorreram aglomerações sem o menor respeito aos protocolos para evitar a expansão do Covid-19.

*** Tanto que durante esses períodos vários candidatos foram acometidos e não se tem informação dos eleitores que contraíram.

*** Candidatos fizeram dezenas de carreatas e aproveitavam para abraçar o eleitor, não usavam máscaras e tinham relacionamento fraterno.

*** Na realidade, surpresa era não ocorrer um aumento no contágio do vírus.

Está sob controle

Os hospitais particulares estão com leitos das UTIs lotados, mas com esvaziamentos mais rápidos em relação ao Covid, tanto que não existe lista de espera.

*** Poucos pacientes vão para isolamentos, mas se recuperam lá ou chegam a UTI mais rápido que antes. A Covid ainda está sob controle.

*** Segundo o presidente de um dos hospitais, os médicos já adquiriram mais experiência com a fase inicial e atuam com mais eficiência para conter o Covid.

Teria menos força

O hospital de Cirurgia também está tranquilo e não há excessos de paciente. Vai receber mais dez leitos de UTI que se somarão aos 20 leitos já existentes.

*** Um dos diretores do Cirurgia confirma que os médicos já têm maior experiência para atuar sobre a doença e admite que o vírus demonstra ter retornado com menos força.

PSC recorre da impugnação

Depende de uma decisão do TRE-SE ainda hoje, para acontecer à diplomação dos dois vereadores do PSC, Fábio Meireles e Sávio de Vardo da Lotérica, que sofreram impugnação.

*** Ontem, através do advogado Raphael Rezende, foi protocolada a defesa, impetrando mandado de segurança, para sustar a medida anterior, que suspende a diplomação.

*** O juiz relator já ofereceu parecer e agora depende do TRE que decide antes da solenidade de diplomação.

Caso Boris Casoy

“Porra, minha gente, eu quero a vacina! Eu tenho 79 anos! Quero a vacina, não quero ver essa briga de João Doria com Bolsonaro. Cadê a vacina?”.

*** A declaração, em tom de revolta e indignação, é do apresentador Boris Casoy, feita ontem durante o jornal que apresenta na TV.

Bosco vai recorrer

Cassação do mandato do deputado federal Bosco Costa (PL) ainda tem muito a que recorrer em Brasília. A decisão atual é do TRE-SE.

*** Bosco Costa foi cassado por abuso do poder econômico, mas o deputado só perde o mandato depois de decisão de Instâncias superiores.

*** Geralmente esse recursos demoram muito a uma ação penal final.

Confirma convite

O deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) confirmou que convidou o ex-deputado Heleno Silva (Republicanos) para se filiar ao partido ao seu partido.

*** Para Mitidieri, “Heleno é um grande amigo e um quadro que engrandece qualquer partido. O PSD teria muita satisfação em tê-lo em seus quadros”.

Analisa outras opções

Heleno Silva disse que está analisando as opções partidárias para 2022, quando vai disputar uma vaga na Câmara Federal.

*** Heleno Silva, segundo Fábio Mitidieri, “está em um partido forte e não é uma decisão simples, mas ficou feliz com o convite”.

*** Á coluna Plenário, Heleno Silva já havia confidenciado de convites de outras legendas, mas disse não pensar em deixar o seu partido.

Existe acordo verbal

A bancada federal de Sergipe não tratou mais da mudança na sua coordenação, hoje entregue ao deputado Fábio Reis (MDB).

*** O assunto foi rapidamente tratado na última reunião realizada pela bancada, mas é natural que se faça essa discussão.

*** Para a coordenação da bancada existe acordo verbal de que o próximo coordenador seja um senador. Isso só pode mudar caso aja o desejo da maioria.

Quem seria o nome

O deputado federal Fábio Mitidieri é um nome lembrado, mas ele diz que precisa se dedicar a reforçar seu trabalho nas bases e a “coordenação ocupa um tempo que não disponho nesse momento”, disse.

*** Fábio diz que seria uma honra para ele no futuro, Mas observa que o deputado Fábio Reis é “um grande coordenador”.

Rogério no PSB

Circulou forte ontem a informação de que o senador Rogério Carvalho (PT) estaria de malas prontas para desembarcar no PSB.

*** A avaliação para que isso aconteça chega a 90%, embora Rogério não confirme e o ex-deputado federal Valadares Filho (PSB) negue.

Vai a Governo

O deputado federal Laércio Oliveira (PP) disse ontem, de Brasília, que será candidato ao Governo do Estado, inclusive já trabalhando muito para isso.

*** Laércio está conversando à exaustão, com o objetivo de se credenciar e ser lembrado pelo bloco coordenado pelo governador Belivaldo Chagas.

De ‘caçola’ nas mãos

Um membro da base aliada, influente no grupo, criticou uma entrevista concedida pelo candidato derrotado a prefeito de Aracaju, Márcio Macedo, que não fez um autocrítica do seu desempenho durante a campanha.

*** – Márcio Macedo mirou em Edvaldo Nogueira e aprofundou divergências petistas com a base aliada, o que hoje complica em termos de recomposição, disse.

*** E mais: “Márcio tinha tanta certeza que se elegia, que um dos seus produtores dizia que estava tão certa a vitória no São Carlos que as mulheres nos recebem de caçola vermelha nas mãos”. Deu no que já se sabe…

Uma boa conversa

Maria – Bolsonaro quer diminuir a população do Brasil ou tem medo dos milhões nas ruas pedindo a saída dele, por isso boicota a vacina?

Sem aglomerações – Não haverá aglomerações nas diplomações em Sergipe. Cada eleito ou reeleito ode levar apenas uma pessoa com ele.

Adriana Granjo – Adivinha quem está sentado bem atrás do Bolsonaro na cerimônia de lançamento da falta de plano? Ele mesmo: Caiado!

Culto evangélico – Heleno Silva participou, ontem à noite, de solenidade com o presidente Jair Bolsonaro. Era um culto evangélico.

Marcelo Lins – Celulares do miliciano Adriano. Pelo tempo, nunca uma analise de arquivos terá sido tão minuciosa.

Revista Fórum – Justiça exige que governo Bolsonaro se retrate por homenagear Major Curió, símbolo da tortura e assassinatos na ditadura, nas redes.

Rogério Carvalho – São quase 183 mil vidas de brasileiras e brasileiros perdidas e o Ministro da Saúde pergunta para que a ansiedade e angústia?

Deu em O Globo – MP arquiva investigação sobre supostas irregularidades em contas da campanha de Dilma Rousseff em 2014.