18/12/20 - 08:53:44

COVID: TRABALHADOR DA SAÚDE DE SERGIPE DENUNCIA FALTA DE PROTEÇÃO E TESTES

“A contaminação e recontaminação por Covid está descontrolada nas unidades de saúde de Sergipe”, afirmou o auxiliar de enfermagem Valmir dos Santos

Trabalhador na área administrativa da Secretaria de Estado da Saúde e auxiliar de enfermagem do Hospital Universitário da UFS, Valmir dos Santos denuncia o total descaso frente aos trabalhadores da saúde que estão expostos à contaminação e sem o devido direito ao teste, assim como o isolamento em tempo hábil para não contaminar os demais colegas da equipe.

“O descaso é geral: Prefeitura de Aracaju, Estado e Governo Federal estão tratando os trabalhadores da saúde com descaso. Mesmo diante de tantas mortes de profissionais da saúde, não está acontecendo o isolamento dos trabalhadores com suspeita por Covid. A reinfecção dos trabalhadores da saúde é uma realidade terrível nos hospitais de Sergipe”, denunciou Valmir.

Segundo o auxiliar de enfermagem, a Covid se espalha de forma descontrolada nas unidades de saúde. “Só ficamos sabendo dos casos agravados de Covid, em que os colegas precisam ser internados, necessitam de respirador e vão para a UTI. Se no começo da pandemia havia algum cuidado para evitar o contágio, no momento atual os protocolos de cuidado não estão dando conta do nível de contaminação nas unidades hospitalares”.

Valmir acredita que possivelmente a ampliação dos testes em várias unidades de saúde, aumentou a contaminação entre os funcionários, além da abertura geral do comércio. “É preciso que haja um acompanhamento dos trabalhadores da saúde além do afastamento imediato do local de trabalho. Os testes com todos os trabalhadores essenciais precisam ser refeitos, pois muitos estão sendo reinfectados”, destacou.

O que o Governo está fazendo?

O cenário apresentado pelo auxiliar Valmir dos Santos foi confirmado pelas palavras ditas por Belivaldo Chagas na última terça-feira, dia 15 de dezembro, em Coletiva de Imprensa. O governador divulgou que Sergipe está com a maior taxa de transmissão de Covid do país (1.87). Isso significa que cada 100 pessoas com Covid estão contaminando outras 187 pessoas, chegando a uma média de 9 óbitos por dia. Belivaldo afirmou que os índices de contaminação indicam a proximidade de um colapso na rede de saúde, UTIs pública e privada.

Diante deste cenário apresentado pelo próprio Governo, o presidente da CUT Sergipe, Roberto Silva criticou a falta de medidas emergenciais para combater o aumento da contaminação por Covid. “Se a Covid em Sergipe cresce de forma descontrolada, é urgente que sejam tomadas medidas para proteger a população. E os trabalhadores da saúde? Quais medidas especiais o Governo de Sergipe irá tomar para proteger os trabalhadores da saúde da morte e da recontaminação por Covid?”, questionou.

O presidente da CUT Sergipe defende que os trabalhadores da saúde necessitam de vacina e todo cuidado redobrado na proteção contra a Covid. “Enquanto outros estados estão fazendo contratos de compra da vacina, Sergipe não tem posição nenhuma. O Estado pode ficar no final da fila neste processo de vacinação, diante da ausência de uma política do governo Bolsonaro pra imunização da população. Diferente de outros estados que estão voltando a fechar o comércio e reduzir as atividades econômicas para diminuir a contaminação da população, o governador de Sergipe – em função da pressão do empresariado que só pensa no lucro – continua com tudo aberto”, criticou.

Por Iracema Corso