21/12/20 - 06:19:39

Lúcia Marques lança segunda edição do livro ‘Inventário Cultural de Maruim’ nesta quarta

A escritora e presidente da Academia Maruinense de Letras e Artes, (AMLA), Lúcia Marques, lançará a segunda edição do livro ‘Inventário Cultural de Maruim’ – 26 anos após  sua primeira versão. A solenidade será nesta quarta-feira, (23), às 19h, no Gabinete de Leitura de Maruim, no Centro da cidade.

O evento será restrito e cumprirá todos os protocolos sanitários recomendados pelas autoridades governamentais e de saúde em prevenção à disseminação do novo coronavírus.

A obra, publicada pela editora J. Andrade, de Aracaju, tem 636 páginas e, é uma atualização do Inventário Cultural de Maruim, lançado em sua primeira versão em 1994, com 319 páginas, como parte das homenagens aos 140 anos de Emancipação Política de Maruim.

“Esta segunda edição [ do Inventário Cultural de Maruim] é o coroamento de décadas de lutas, de pesquisas, de investigação, de busca e de muita leitura, e acima de tudo as mãos de Deus, por ter me favorecido encontrar muitas pérolas perdidas como a que está no capitulo da cultura do livro. Eu tive muita sorte em achar, muitas coisas valiosas, que podiam se perder”, afirma Lúcia Marques.

A escritora revela, que são quatro décadas de pesquisa, por isso que esta segunda edição do Inventário Cultural de Maruim está maior. Uma prova, que Lúcia Marques, atribui ao constante trabalho, crescimento, evolução e ao amadurecimento literário.

“Há 26 anos eu não tinha a experiência que eu tenho hoje. Então, quem comparar a primeira edição, com essa segunda, vai perceber um livro mais maduro. Com capítulos novos, como: ‘Maruinenses por Adoção” e “Alemãs em Maruim” – este que trata do material que conseguir ħá 14 anos, por correspondência com a família Schramm que mora na Alemanha, e eu não podia deixar de fazer um capitulo especial pela forte presença desse povo para à Cultura e a Economia do Estado e, especialmente, de Maruim. Além disso, no capitulo da saúde, eu trago uma pesquisa que fiz no final da década de 90 no cartório, consultando livros de óbitos, que revela a presença de muitas mortes por doenças pulmonares e, como estamos vivendo uma pandemia, eu evidencio quadros das décadas de 50 e 60 e conto como Maruim sofreu em consequência da presença de doenças como: bronquite, tuberculose e pneumonia e, faço uma comparação com à Covid-19″, destaca Lúcia.

“A segunda edição do Inventário Cultural de Maruim mostra que a história de Maruim é bem maior do que imaginamos. É uma honra, é um deleite estudar essa cidade tão querida! O projeto que foi um sonho do meu pai, Adalberto Cruz, que falava sobre a importância de Maruim, que eu abracei e hoje sinto-me honrada em dá continuidade ao sonho dele e, trazer à público, muitas coisas que poderiam ter sido perdidas, muitas coisas que poderiam nem ser conhecidas. Fica a esperança de que os pesquisadores, os estudantes que tenham interesse em enveredar por esse caminho, possam ter um farto material para as pesquisas futuras e para despertar o gosto pelo estudo das suas raízes. Essa é a grande contribuição do trabalho, esse é o mote principal: servir de estímulo”, observa Marques.

Outras obras

Inventário Cultural de Maruim. Edição comemorativa aos 140 anos de Emancipação Política da cidade (1994)

Rosário do Catete (2000)

Sergipe Panorâmico (2002)

Caminhos da Capital:150 motivos para viver as ruas de Aracaju(2007)

Educadores de Sergipe à luz da República (1911-1971): (re) construindo trajetórias (2017)

Maroim (1836 – 1891) (2019)

Retalhos de Infância (2019)

Serviço

Lançamento do livro ‘Inventário Cultural de Maruim’, 2ª Edição, Maria Lúcia Marques Cruz e Silva

Quando: 23 de dezembro, às 19h

Local: Gabinete de Leitura de Maruim, Centro da cidade.

Por Lohan Muller