23/12/20 - 00:01:20

Um jantar alegre e triste

Diógenes Braynerdiogenesbrayner@gmail.com

Às vésperas de Natal. Tradicionalmente as cidades se agitam. Todos às compras para presentes, incluindo o cardápio da época, puxado a chester e peru. Um queijo do reino para não perder a tradição e rabanetes. O banquete geralmente se inicia à meia-noite e a partir daí todos se fartam. Um vinho seco que ninguém é de ferro e conversas “daquele tempo” que agradam a família. É assim que se segue rito e se inicia a alegria do Natal, mesmo que seja em um momento de reencontro muitas das vezes fugaz.

Provavelmente este ano não será tão assim iluminado. Talvez o Natal sequer aconteça para muitos que tenham alguém da família entubado em hospitais, acometido do coronavírus, que não permite aglomerações, mesmo que seja de confraternização natalina. Essa alegria do Natal Feliz, que se deseja para todos, pode se transformar em tristeza e lágrimas, dependendo da situação em que o Covid ataque alguém que deveria integrar uma mesa com todos os ingredientes de uma ceia em família, mas se encontra exatamente ao lado contrário do sentimento de harmonia, paz, alegria e solidariedade.

Tudo muito triste assim, embora uma grande maioria da população se coloque vulnerável à contaminação, mesmo consciente de que pode alastrá-la até mesmo por pessoas de sua intimidade e que, infelizmente – e por causa dela – esteja em uma UTI ou sendo sepultada sem direito a velório. Sem rodeios e evitando dramatizar um cenário fictício, mas que se assiste na vida real, a população é responsável pelo avanço da pandemia, porque não demonstra preocupação em ampliá-la e não acredita que seja a sorteada para pegar o vírus transmiti-lo.

É a irresponsabilidade que domina e termina por provocar a dor de uma morte que poderia ter vida prolongada, não fosse à insensibilidade dos que imaginam a vida só para eles.

(A coluna retorna na próxima terça-feira)

Câmara inicia com 22

A Câmara Municipal de Aracaju vai iniciar o seu período legislativo com dois vereadores a menos: Fábio Meireles e Sávio neto de Vardo, ambos do PSC.

*** Os dois não foram diplomados porque a Justiça Eleitoral vai continuar investigando fraude no partido e a posse ou não vai depender das conclusões.

Quem deve assumir?

Caso se comprove a fraude na questão de “candidatas laranja”, serão diplomados e reassumem o vereador Elber Batalha (PSB) e Camilo de João Daniel (PT).

*** Acontece que também tramita no TSE processo para anular a votação da candidata Manu. Se ela perder, quem assume é Zezinho do Bugiu (PT) em lugar de Camilo.

Tudo vai bem

A sessão de ontem da Assembleia Legislativa foi cancelada porque o presidente da Casa, deputado Luciano Bispo (MDB), sentiu-se mal.

*** Nada de grave e já está bem em casa. Esteve no hospital, mas não passou de estresse do período de Natal, sufocado pelos protocolos da pandemia.

Luciano majoritário

Luciano Bispo está decidido: não disputa mais vaga na Assembleia Legislativa e quer tentar um mandato majoritário de Governador ou vice. Não pensa muito no Senado.

*** Em última hipótese pode ser candidato a deputado federal, embora isso não esteja em seus planos.

Talvez troque de partido

Luciano tem conversado muito com o governador Belivaldo Chagas (PSD) tanto sobre a administração quanto sobre política.

*** Há possibilidade de Luciano Bispo deixar o MDB e o seu destino partidário pode ser o PSD, legenda que vem engordando muito a cada dia. Pode precisar de uma “lipo”…

Vereadores eleitos conversam

Vereadores eleitos Bruno Garibaldi (DEM), Sheyla Galba (Cidadania), Ricardo Marques (Cidadania), pastor Diego (Republicanos) e a vereadora reeleita Emília Corrêa (Patriotas) tiveram um encontro ontem.

*** Segundo um deles, “foi apenas para nos conhecermos melhor, afinal são 15 novos vereadores”.

*** Não deixaram de falar sobre a eleição do presidente da Casa: “mas teremos outras reuniões e nada foi batido… ainda”. Disse.

*** Anotem: vem novidades por aí…

Escolha para presidente

A Câmara Municipal começa a se movimentar para a escolha do presidente e o que circula entre os eleitos e reeleitos é que Nitinho só se mantém no cargo se contar cm a tinta do prefeito Edvaldo Nogueira.

*** Nitinho conta com apoio do deputado Fábio Mitidieri, que lembra a formação da chapa a prefeito, quando retirou Jorginho para Katarina ser a vice. Agora ele apoia Nitinho na Presidência.

Licitação a presos

Capitão Samuel (PSC) diz que está acompanhando de longe licitação para fornecimento de alimentação para sistema prisional de Sergipe.

*** Diz que a empresa PJ, do Rio Grande do Norte, que fornecia comida podre, está na disputa, mas não acredita que ela vai continuar,

*** – Sabemos que a empresa derruba os preços e depois não cumpre contrato, acusou.

Vai manter as obras

Há sinais de que o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) pretende disputar o Governo do Estado em 2022. Tanto que os próximos 16 meses serão de trabalho intenso à frente da Prefeitura de Aracaju.

*** Sem liderar grupos políticos e sem força no interior, Edvaldo Nogueira pretende se credenciar pelo trabalho que manterá em Aracaju, para se balizar como gestor.

Só depende do grupo

Como todo o político, Edvaldo Nogueira faz charminho e diz que não disputará o Governo e nem quer falar nisso agora. Mas a decisão está tomada e só não será se o grupo não indicar.

*** Pessoas ligadas ao prefeito indiretamente, já espalham que se ele “mantiver ativa a gestão atual, votará nele a governador em 2022”.

*** A delegada Katarina Feitoza que comece a se preparar…

Discursos fortes

Num próximo congresso do PT os discursos serão fortes sobre o momento pelo qual passa o partido em Sergipe e os rumos que deve tomar.

*** Com esse tema pode até acontecer à criação de uma nova tendência que defenda a aposentadoria do ex-presidente Lula da política.

*** Tem quem admita que hoje o PT possa ter dificuldade para retornar ao bloco do Governo, mesmo que tenha participado se sua formação inicial.

Sem oposição firme

Não há oposição firme e forte para fazer um bloco capaz de enfrentar uma candidatura de membro da situação, como se viu na disputa pela Prefeitura de Aracaju.

*** O grupo que se pôs como oposicionista não tem uma liderança que se destaque. A não ser que algum inconformado da base aliada tente reformá-lo, caso seja rejeitado como candidato a governador.

Uma boa conversa

Muda de estratégia – Governo muda de estratégia sobre PEC que aumenta repasse da União para Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Vendas superam – As vendas para o Natal superam as expectativas em relação à pandemia. A expectativa era que fossem bem menores.

Natal econômico – Os presentes é que reduziram os preços. Esse será o Natal de poucos presentes e pequenas recepções.

Poder360 – Presidente da Câmara, Rodrigo Maia, diz que prisão de Crivella foi abusiva e a compara com Mensalão.

Diz o Terra – Para o vice-presidente general Mourão, prisão de Crivella não afeta o governo: “tem nada a ver com a gente”.

Sem final feliz – A decadência da fixação de mitos no Brasil: o lulismo e o bolsonarismo não terão final feliz, inclusive no campo da corrupção.

Aratu Online – Investigações apontam que Crivella usou igreja Universal para lavagem de dinheiro; R$ 6 bilhões foram movimentados.

Correio Brasiliense – “É preciso mais ponderação e menos arrogância” para enfrentar a Covid, diz general Rêgo Barros.