30/12/20 - 11:10:31

Edvaldo: “farei o esforço que for necessário para vacinar os aracajuanos contra a covid-19”

O prefeito Edvaldo Nogueira afirmou, na manhã desta quarta-feira, 30, que, tão logo o processo de vacinação contra o novo coronavírus se inicie no Brasil, “Aracaju estará preparada e a população começará a ser imunizada”. Em entrevista concedida à rádio Fan FM, o gestor defendeu novamente que um plano nacional seja conduzido pelo Governo Federal, tendo os estados e municípios como executores, mas reiterou que, caso isso não aconteça, a Prefeitura de Aracaju viabilizará as alternativas para que os aracajuanos sejam vacinados.

“De um jeito ou de outro, vamos vacinar. Faremos o esforço que for necessário para que Aracaju não fique sem vacina. No momento em que a vacina chegar, Aracaju fará a imunização da sua população. Continuo defendendo que o Governo Federal lidere o processo, assim como sempre aconteceu em nosso país, e que os estados e municípios sejam os executores, mas se isso não acontecer, nós avançaremos, teremos um plano B, que já está sendo preparado. Inclusive, assinei uma Carta de Intenções com o Instituto Butantan para garantir 300 mil doses para a primeira fase da campanha”, assegurou.

Edvaldo destacou que o momento requer o empenho de todos e que, na sua visão, a vacina “é o único caminho para o fim da pandemia”. “Estamos vendo diversos países enfrentando uma segunda onda, o número de casos aumentando no Brasil e não podemos desviar o foco. As medidas de distanciamento são importantes, o uso de máscaras deve ser mantido, mas somente com a vacina será possível resolver o problema. Ela é a solução. Não podemos politizar a liberação do imunizante, como aconteceu no início da pandemia. Tenho dito isso desde que entramos nesse enfrentamento e continuarei mantendo a minha posição. Por isso, volto a repetir: o Governo Federal deve assumir o papel de liderança nesse processo e os estados e municípios devem ser os executores, esse é o ideal”, salientou

Balanço

Em sua participação, o prefeito fez ainda um balanço dos quatros anos de administração. Edvaldo comemorou o êxito obtido na atual gestão e ressaltou que a efetividade em todas áreas, especialmente Infraestrutura, Saúde, Limpeza Pública, Educação e Finanças se deu com planejamento e com ajuste fiscal. Ao fazer uma análise do seu mandato, o prefeito lembrou o cenário encontrado em janeiro de 2017, quando assumiu a gestão, e o caminho percorrido para o alcance dos resultados positivos.

“Realizamos um grande trabalho. Recuperamos a nossa cidade, enfrentamos diversos problemas e executamos inúmeras obras. E a fórmula encontrada foi o planejamento e a contenção de gastos. Hoje, Aracaju está entre as poucas cidades letra A do país no ranking da Secretaria do Tesouro Nacional, com reconhecimento nacional, e conquistamos essa posição de destaque em um período de grandes dificuldades e de instabilidade política e econômica no Brasil. Passamos pelo impeachment, pela polarização da campanha de presidente e, agora, fomos surpreendidos por uma pandemia, enfrentando sem desassistência, com o menor índice de letalidade do país, e avançando, com assistência, comparativamente muito melhor que em outras cidades. Mesmo com todos os problemas, a Prefeitura continuou sendo importante para o desenvolvimento e geração de renda da capital. E prova disso é que fizemos o maior investimento dos últimos 25 anos na cidade”, avaliou.

Edvaldo ressaltou a importância do Planejamento Estratégico Municipal para o alcance das metas estabelecidas na transformação da cidade e reforçou que o trabalho realizado ao longo dos quatro anos se refletiu na aprovação obtida nas urnas. “Temos um Planejamento Estratégico com 222 metas. Todos os nossos projetos estão nesse planejamento, em um sistema informatizado que é acompanhado por mim, e que consta cada passo, de cada meta. Quinzenalmente, reunimos os secretários e os núcleos para avaliar. Também faço visitas constantes às obras para ver se o que está lá, no plano, se confirma. Hoje, temos 94% das metas cumpridas, sendo 62% de todo o planejamento, completamente, e 32% em andamento. Apenas 6% do que estabelecemos não foi realizado. Nenhuma secretaria ficou abaixo do esperado e, no geral, a média de todas as metas atinge todas as secretarias. E a população reconhece isso. Tanto é que temos 70% de aprovação junto à sociedade”,constatou.

Durante a entrevista, o prefeito também falou sobre os desafios futuros. Neste sentido, segundo Edvaldo, “assim que as eleições passaram, o trabalho teve seu ritmo acelerado”. “Demos ordem de serviço para a infraestrutura da avenida Alexandre Alcino, no Santa Maria, cujos recursos estavam liberados, mas não conseguimos iniciar antes das eleições, iniciamos a revitalização da praça Princesa Isabel, e também autorizamos o início das obras da Unidade de Saúde do Mosqueiro. Além disso, pagamos a última parcela do décimo terceiro e o salário de dezembro, mantendo um compromisso firmado com os servidores, e estamos dando continuidade às obras que serão entregues a partir de janeiro”, disse.

O gestor também detalhou os projetos que serão colocados em prática no próximo mandato, com recursos do Banco Interamericano do Desenvolvimento (BID) e de novos investidores. Segundo Edvaldo, dentro do novo pacote de investimentos previsto para a capital sergipana, estarão os projetos para a Zona de Expansão e para o Centro da cidade.

“A obra da Perimetral está em fase de licitação e será executada em etapas. A revitalização do Parque da Sementeira também está com o projeto concluído e em fase de licitação. Estas obras estão no pacote de R$ 1 bilhão, que já foi anunciado. Além disso, há um outro projeto, com um banco chinês, sobre o qual estamos trabalhando há dois anos e que prevê até R$ 1 bilhão em novos investimentos. Esses recursos serão destinados para o plano que estamos elaborando para a Zona de Expansão e que poderá ser um modelo para o Brasil, porque não inclui, apenas, saneamento básico, mas desenvolvimento sustentável e econômico, assim como a revitalização do Centro, para o qual também vamos trabalhar para transformar em realidade. São projetos importantes que nos debruçaremos para concretizar”, afirmou.

O prefeito reafirmou seu compromisso em continuar trabalhando em favor da cidade e dos aracajuanos e enfatizou que, para 2021, “seu desejo é que a população supere esse ano tão complexo e que se vacine para que a cidade possa dar um passo adiante”. Ele também fez um apelo à população, para que festeje  a chegada do novo ano, sem aglomerações. “Tenho a esperança de que vamos vencer a pandemia e fazer mais e melhor pela população. Então, aproveito para pedir aos aracajuanos que, neste final de ano, não se aglomerem. A Prefeitura não realizará nenhum evento comemorativo na praia, mas a Orla estará aberta. Fiscalizaremos, mas precisamos contar com a colaboração de todos. Se cuidem, usem máscaras, adotem as medidas de segurança. Ainda estamos diante de um vírus cruel e não podemos brincar com ele”, reiterou.

Fotos: Ana Lícia Menezes/PMA