02/01/21 - 08:25:47

AÇÃO CONJUNTA DA PC DE SE E DE AL CUMPRE QUATRO MANDADOS DE PRISÃO

Uma ação conjunta entre as Polícias Civil de Sergipe e de Alagoas resultou no cumprimento de quatro mandados de prisão contra Almir Bispo, investigado pela prática de homicídios, roubo e porte ilegal de arma de fogo. Ele é um dos envolvidos na tentativa de homicídio de um vereador da cidade alagoana de Dois Riachos, praticada em agosto deste ano. O detido foi preso em Maceió (AL) na tarde dessa quarta-feira, 30.

O primeiro mandado de prisão é decorrente da prática de homicídio com uso de arma de fogo em 2019. O crime aconteceu em Campo do Brito (SE). A segunda decisão judicial é referente a roubo em Aracaju. Já o terceiro mandado de prisão foi por roubo e porte ilegal de arma de fogo em Nossa Senhora do Socorro (SE). A quarta decisão judicial foi por homicídio qualificado na capital sergipana.

Além disso, o preso é investigado pela tentativa de homicídio praticada contra um vereador do interior de Alagoas. No crime, foram feitos mais de 30 disparos de arma de fogo. Ele também é suspeito de integrar uma associação criminosa voltada para o tráfico de drogas.

Investigação.

Em Sergipe, o procedimento investigativo foi conduzido pelas Delegacias de Campo do Brito, São Domingos e Macambira. Já em Alagoas, pelo Núcleo de Inteligência. Das diligências para cumprimento da prisão, no último mês participaram, além dessas delegacias, as equipes de investigação da Polícia Civil das cidades de Ribeirópolis e Aparecida, da Divisão de Narcóticos (Denarc) de Itabaiana e Companhia Independente de Operações Policiais em Área de Caatinga (Ciopac), da Polícia Militar.

Fatos

Em 13 de setembro de 2019, em Campo do Brito, a vítima Maurício Oliveira Santos foi morta com cinco tiros de revólver calibre 38. As diligências apontaram para a real identidade do autor do crime. Já na tentativa de homicídio do vereador alagoano, o detido é o quinto envolvido pela investida criminosa. Além desses crimes, há também o decorrentes das demais decisões judiciais.  Após falsos álibis e apresentação de identidade falsa, ele foi preso em Maceió (AL), com o apoio da Polícia Militar alagoana.

Fonte e foto SSP