07/01/21 - 19:22:55

Belivaldo reúne o Comitê e não edita novas medidas, Edvaldo anuncia compra de vacina

O governador de Belivaldo Chagas (PSD) anunciou, na tarde desta quinta-feira (07), que vai manter as medidas adotadas em dezembro passado para a contenção do avanço do novo coronavírus no Estado. A decisão foi anunciada após uma reunião com o comitê técnico que avalia a ação de retomada da economia durante a pandemia.

Segundo o governador, ficou decidido que o comitê vai aguardar mais 14 dias para realizar uma nova avaliação, e que não foi possível fazer flexibilizações em virtude da alta dos casos. “Estamos com uma ocupação de leitos maior, e se nada for feito, não só pelo poder público, podemos sofrer um estrangulamento da rede hospitalar”, disse.

Em dezembro, o governo definiu que bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos similares deveriam funcionar com ocupação máxima de 50% do local. Na ocasião, foram definidas novas regras para a realização de eventos.

Ainda de acordo com as medidas, eventos com capacidade de 200 pessoas em ambiente aberto e 300 em locais fechados continuam com a capacidade reduzida de 75% para 50%.

Bares e restaurantes – Permanece autorizada a realização de apresentação artística de pequeno porte, com até dois artistas, que deverão utilizar máscaras durante toda a apresentação obrigatoriamente;

Durante o período de permanência no estabelecimento, os clientes deverão permanecer predominantemente sentados;

Fica proibida a utilização de pistas de dança ou a disponibilização de espaços equivalentes.

Edvaldo e a vacina – O prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) participou da reunião do Comitês e admitiu que há um crescimento da doença no Estado e, consequentemente, o aumento da ocupação dos leitos de retaguarda e UTI’s: “Volto a pedir o apoio da população para que respeite as medidas restritivas e evite as aglomerações, para que não seja necessário tomarmos novas medidas restritivas”.

Sobre a vacinação, Edvaldo Nogueira disse que mantém a mesma posição: “o governo federal deve liderar o processo de imunização da população. O Governo de Sergipe e a Prefeitura de Aracaju estão preparados, com seringas e agulhas suficientes, para iniciar o mais rápido possível este processo extremamente necessário”.
Edivaldo Nogueira informou que caso o Governo Federal não coordene a vacinação da população, “já assinamos uma carta de intenções com o Butantã Nacional para adquirir 300 mil doses da vacina”. E conclui: “A pandemia não acabou e o trabalho continua firme”!