07/01/21 - 00:01:27

Precipitação de candidaturas atrapalha

Diógenes Brayner diogenesbrayner@gmail.com

O governador Belivaldo Chagas (PSD) não fala em política. Evita comentários sobre as eleições de 2022 e se preocupa em realizar um Governo que revele o crescimento de Sergipe, no equilíbrio econômico, no planejamento para recuperação de segmentos que sirvam à população – como o setor rodoviário – e de tornar mais eficiente o sistema de Saúde. Preocupa-se com a Covid-19 que infesta o mundo e vem adotando providências para reduzir a sua expansão no Estado, assim como a ampliação de leitos para acolher aos que precisam de enfermaria e UTI.

Enfrentar a Covid-19 é um desafio, que não se consegue apenas com medidas restritivas às aglomerações, mas também com ações que possam amparar os que necessitam dos hospitais públicos. É cumprir essas metas que Belivaldo busca no momento, inclusive com o Hospital Infantil Odete Falcão, que vai desafogar a ala de pediatria do Huse. O governador tem projetos bem mais ousados para o setor, mas deve divulgá-lo em momento mais oportuno. Prefere se ater a problemas mas emergentes nesta área, para oferecer segurança maior a uma população refém de um vírus que mata.

Belivaldo Chagas tem projetos que neste momento vão além das especulações eleitorais, como é o caso da expansão turística e a inclusão de Sergipe num dos setores que mexem positivamente com a economia, favorecem a vários segmentos e trazem retorno rápido. Sergipe não pode parar no disse-me-disse das projeções políticas à praticamente dois anos para as eleições, principalmente através de aliados que também têm responsabilidade com a atual administração, são participantes diretos e precisam avaliar formas de crescimento que não sejam almejando passos largos nas eleições de 2022.

Na verdade, a discussão dos projetos políticos deve se iniciar a partir do segundo semestre, para que se dê os primeiros passos em relação às candidaturas – tanto majoritárias quanto aos legislativos estadual e federal – porque no decorrer desse período muita coisa pode acontecer, sem descartar a hipótese de que o próprio governador tem o direito de reivindicar o Senado, quanto o prefeito Edvaldo Nogueira tentar o Governo do Estado, o que, naturalmente, criaria um imbróglio nas pretensões de prováveis nomes que pretendem mandatos majoritários em Sergipe.

Com tantas hipóteses e perspectivas, o mais aconselhável é a unidade sem suspeita de que um pode entrar em competição com o outro e dividir o grupo, o que é provável.

Reunião e vacina

O governador Belivaldo Chagas (PSD) reúne-se hoje com o Comitê Técnico Científico para fazer avaliação sobre a epidemia do Covid-19 no Estado, exatamente nesse período após final de ano.

*** A reunião será às 15:30 horas no Palácio dos Despachos e logo em seguida Belivaldo dará entrevista. Não há previsão de medidas restritivas.

*** Sobre a questão da vacina, Sergipe já fez pedido emergencial a Anvisa para aquisição, junto ao Butantã, da Coronavac.

Médicos orientam

Alguns médicos estão orientando à população de que 2021 ainda será de dificuldade para o fim da Pandemia, em razão da mutação do vírus e obstáculos para vacinação.

*** Um deles disse que no Brasil há muita dificuldade para aquisição da vacina e extrema má vontade de autoridades da área da saúde.

Planejamento estratégico

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), realiza hoje reunião do Planejamento Estratégico da sua administração, com técnicos e secretários municipais.

*** O programa de Governo será à base do encontro, além de uma manutenção diária dos trabalhos, que devem ser concluído em fevereiro.

*** No final desse processo, é que será avaliada a necessidade de alguma mudança ou a nomeação de novos auxiliares.

Conversas esfriaram

As conversas sobre candidaturas majoritárias em 2022 esfriaram na superfície, mas se mantêm nos bastidores. Pessoal ligado diretamente aos prováveis pré-candidatos está no mais absoluto silêncio.

*** Por exemplo: Ulices Andrade, que vinha conversando sobre isso, teria silenciado e o prefeito Edvaldo Nogueira evita falar de política agora.

Conversa com prefeito

O deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) esteve com o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) e conversaram. Segundo ele, “apenas para renovar meu compromisso com sua gestão”.

*** Fábio disse que Edvaldo é um amigo, parceiro leal e grande aliado. Durante essa conversa, os dois já alinharam as demandas de Aracaju, em relação às emendas do orçamento.

Política nos 4 anos

Sobre o trabalho do PSD para buscar novas lideranças e fortalecer para 2022, Mitidieri diz que o partido faz política os quatro anos.

*** – Estamos sempre buscando novos nomes para fortalecer os aliados e ampliar nosso agrupamento, disse.

No tempo de Deus

Quanto à disposição para disputar majoritário, Fábio Mitidieri disse: “estou à disposição do agrupamento”, e acrescentou: “o governador Belivaldo Chagas irá conduzir isso com tranquilidade e no tempo certo”.

*** Aproveitou e agradeceu a todos os apoios espontâneos de prefeitos, lideranças e da sociedade em geral: “Estou trabalhando com os pés no chão, para fortalecer e consolidar meu nome. Tudo no tempo de Deus”.

Deu no Correio Brasiliense

Ala ideológica do governo vibra com a invasão do Capitólio nos EUA e sonha em fazer o mesmo com o Congresso no Brasil.

*** É preciso ter muito cuidado, montar esquema forte de segurança, porque os radicais ligados a Bolsonaro não têm capacidade de raciocínio.

Bittar faz visita a Xingó

O senador Marcos Bittar (MDB-AC) faz turismo em Sergipe. Hoje ele vai conhecer o Cânion do Xingó, no Rio São Francisco, em Canindé e almoça no restaurante regional Carrancas.

*** Bittar será o relator do Orçamento Geral da União (OGU) e tem interesse na ampliação do turismo, como fez em seu Estado.

Valadares com Covid

O ex-senador Valadares usou ontem o Twitter para comunicar a todos que, após exames, foi testado positivo para a Covid-19.

*** Valadares diz que está passando bem, “assintomático, mantendo-me em quarentena pelo tempo exigido para evitar a contaminação de outras pessoas”.

Lúcio fortalece a direita

Ex-candidato a prefeito de Aracaju pelo Avante, o publicitário Lúcio Flávio disse que está formando um “grande agrupamento, incluindo o interior do Estado”.

*** Ontem, Lúcio teve uma reunião com algumas lideranças de direita. Aconteceu no final da tarde.

*** Lúcio ainda está no Avante, aguardando definições da direção nacional e acrescentou que “não tem vinculação com o diretório local”.

*** – Continuo do mesmo lado, numa oposição critica e responsável ao prefeito Edvaldo e ao governador Belivaldo, concluiu.

Agressor da democracia

O senador Rogério Carvalho (PT) diz que Eduardo Bolsonaro faz estágio de agressor da democracia com a filha de Trump, neste momento em que se assiste uma tentativa de golpe de Estado nos EUA.

*** – E faz questão de anunciar isso ao Brasil sem qualquer vergonha, lamentou.

Dessa vez tomei juízo

O deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) pensava em disputar vaga na Câmara Federal. Mas já desistiu e vai tentar mesmo a reeleição.

*** Georgeo, após tomar a decisão de buscar reeleger-se, escreveu no grupo: “dessa vez tomei juízo”.

Bloco na Câmara

Quatro vereadores formam o bloco de oposição na Câmara Municipal de Aracaju: Ricardo Marques (Cidadania), Linda Brasil (Psol), professora Ângela (PT) e Emília Correa (Patriotas).

*** Os vereadores Breno Garibaldi (Dem) e o pastor Diego (PP) se declaram independentes.

Alessandro e Trump

O senador Alessandro Vieira (Cidadania) diz que quem incentiva a invasão violenta de prédios públicos para contestar o resultado de uma eleição é bandido.

*** Trump mostra o quanto um líder ignorante, desequilibrado e autoritário pode prejudicar a sociedade.

*** Profundamente lamentável, mas que sirva de lição para os brasileiros.

Uma boa conversa

Ayres Britto – Democracia é o único regime político impeditivo de que um governante subjetivamente autoritário possa emplacar um governo objetivamente autoritário. Por isso que o único regime tão legítimo quanto civilizado.

Revista Fórum – Reprovação do presidente Bolsonaro é a mais alta em série histórica de pesquisa.

Episódio revela – Ex-presidente diz que episódio revela o que acontece “quando se tenta substituir a política e o respeito ao voto pela mentira e pelo ódio”.

Metrópoles – “No que depender do Ministério da Saúde e do presidente da República, a vacina será gratuita e não obrigatória”, disse Pazuello.

Marcelo Lins – O silêncio do governo do Brasil e do Itamaraty sobre a invasão do Congresso americano por uma turba de violentos extremistas significa?

Feijão do pastor – Justiça determina, pela 2ª vez, que Ministério da Saúde informe se feijão do Pastor Valdemiro Santiago cura Covid-19.

Gilmar Mendes – A invasão do Capitólio norte-americano revela graves consequências do sectarismo político odioso.

Fátima Bezerra – Quem diria… A democracia norte-americana, considerada uma das maiores do planeta, agora alvo de um ataque abominável como esse que foi a invasão do Congresso.