07/01/21 - 16:32:54

‘The Voice +’ reúne elenco e direção para o lançamento da primeira temporada. Em coletiva de imprensa, Claudia Leitte, Ludmilla, Daniel, Mumuzinho, André Marques e Thalita Rebouças se juntam

A primeira temporada do ‘The Voice +’ vem aí! E, nesta quinta-feira, 7/1, os técnicos Daniel, Mumuzinho, Claudia Leitte e Ludmilla, junto com os apresentadores André Marques e Thalita Rebouças e também o diretor artístico, Creso Eduardo Macedo, e a diretora geral, Angélica Campos, contam as novidades do novo formato do reality, que é exclusivo para talentos a partir de 60 anos, em uma coletiva de imprensa virtural. O programa estreia no domingo, 17 de janeiro. 

No comando do programa, André Marques lembrou como recebeu o convite para apresentar o novo formato do reality:

“Já falei da minha emoção e paixão por esse programa. Já falei como foi quando o Creso me ligou, estava comprando porcelana (risos), chorei muito. Feliz em poder fazer mais um programa dessa família.”

Diretor artístico da atração, Creso Eduardo Macedo atuou em todas as edições do The Voice, que chegou ao Brasil em 2012. Em sua fala, ele chama a atenção para a evolução do formato:

“Falar de The Voice é sempre gostoso. Sempre um momento de muita felicidade, de festa. Acompanhamos a tendência do que está acontecendo no mundo e a gente percebeu que era uma boa hora para fazer isso. Um bom momento para trazer um formato bacana que dá oportunidade artística para muita gente. A gente fica espantado em ver o quanto o Brasil têm talentos. Ano após ano, é uma quantidade grande de gente boa, artista querendo mostrar a sua arte. Isso deixa a gente muito empolgado.”

E diretora geral, Angélica Campos, destaca a qualidade dos participantes:

“Nos surpreendemos, então a gente tá apostando nisso. Mostrar esses talentos de uma forma bem especial.”

Thalita Reboucas, que irá mostrar os bastidores do programa, fala da emoção de estar no time que comendará o reality:

“Eu quase caí da cadeira quando me chamaram pra fazer. Quando recebi o convite, eu fiquei muito feliz. Ver que as pessoas não desistem de batalhar pelos sonhos. A gente tem se emocionado.”

Os técnicos falaram sobre a emoção e a expectativa de participar do The Voice +:

“Pra mim é uma honra estar entre vocês. Estou aqui como caçula para aprender e to muito animada para o programa ir ao ar. Só nos dois primeiros dias de gravação eu já me diverti demais, me emocionei demais”, comenta Ludmilla, que tem 25 anos e é a mais nova integrante do time.

“Acho que esse programa vai dar uma resinificada em tudo, em como a gente encara a vida, os sonhos realmente não envelhecem”, ressalta Claudia Leitte.

“Estou muito animado e feliz pela oportunidade. Mais uma oportunidade de poder mexer com música”, pontuou Mumuzinho.

“Que coisa boa saber que a música causa tudo isso, essa união, essa confraternização. Muita experiência vai ser apresentada nesse The Voice +. Somos todos aprendizes diante de tanta experiência que a gente vai ver pela frente. E a emoção num só projeto”, diz Daniel.

 

Questionados sobre os desafios na hora de apertar o botão para algum participante, eles explicaram os motivos que os levam a virar a cadeira:

“Eu acredito no talento de cada um. Eu procuro focar no melhor que ele tem, no timbre de voz. Sentir a garra na interpretação. Eu acho que isso tudo é uma gratidão que fica muito aparente na música”, diz Claudia.

“A gente fica naquela expectativa por serem pessoas mais experientes de vida. A voz é a identidade da pessoa, mas você imagina uma coisa quando não está vendo nada, só ouvindo. E aí você aperta o botão, vira a cadeira e você se depara com uma identidade muito diferente do que você viu. É você se deixar pela sua emoção e pela sua intuição”, explica Daniel.

“Por mais que a gente tenha certeza do que fazer, são várias emoções que acontecem no momento. Quando comecei a escutar a primeira voz, comecei a conectar a minha alma de música com aquela voz e pensei: tenho que bater para quem eu realmente acredito. Aí, quando a galera começou a cantar, comecei a bater pra todos (risos). A galera que está lá é muito talentosa. Quando a gente bate o botão e vira, dá gosto de ver a felicidade deles.”, conta Ludmilla.

“É uma junção de emoções ali dentro. Estamos lidando com o sonho de muita gente. Quanto tempo essas pessoas lutaram para estar ali. São pessoas prontas para cantar. Ali eu posso dizer que a gente vivencia todos os caminhos e o caminho maior é encontrar a voz que nos toca, que nos dá aquela sacudida”, destaca Mumuzinho.

Aprendizados

“Já tô aprendendo a estudar alguns temas musicais, porque, no primeiro dia, tinha muita música que nunca tinha escutado. Acho que vai ter muita troca.Tô de coração aberto para aprender com eles. Quando a gente começar a ensaiar, sei que eles também vão me motivar. Eles nem sabem disso, mas estou tirando muita coisa deles pra minha vida”, conta Ludmilla.

“Acredito que tem gente que acredita mais em mim do que eu mesma, mas tenho aprendido a acreditar também”, completa a cantora.Gravação na pandemia

“Todas as medidas necessárias estão sendo tomadas para o programa acontecer. Estamos sempre atentos, dia após dia. Estamos trabalhando com equipes reduzidas, numa lógica extrememente responsavel para levar arte para as pessoas, porque isso também é importante nesse momento. A Globo tem sido exemplar para que a gente posso fazer nosso trabalho”, explica Creso.Valorização dos 60

“É um momento de ressignificação. Espero que pessoas mais velhas se sintam inspiradas”, destaca Claudia.
“Uma coisa bacana que senti e me emocionou logo de cara foi essa troca de amor pela vivência. Teve uma moça que escolheu a Lud e ela falou: ‘Sou jovem, tenho vida, e a vida me move, quero experimentar algo diferente, quero a modernidade da Ludmilla’. Isso é muito bonito. Não tem idade para trocar humanidade, o programa tem muito disso”, diz Mumuzinho.
Tática para conquistar participantes

“Eu estou sendo eu, me redescobrindo. É uma trajetória onde fui aprendendo muitas coisas, fui me descobrindo naquela cadeira. Me vejo de uma maneira diferente em cada formato do programa. Sou uma pessoa que gosto de ser dirigida pela vida. Sou espontânea. Somos quatro artistas diferentes, mas somos quatro pessoas com quatro visões e a gente tem se complementado, tenho sentido isso sempre. Cada dia que passa, me encontro mais feliz e plena nesse programa”, comenta Claudia, que tem passagem pelo ‘The Voice Brasil’ e ‘The Voice Kids’.

Por Gshow — Rio de Janeiro