08/01/21 - 07:52:08

Saúde Estadual realiza prova de Residência Médica do Hospital João Alves Filho

Mais uma prova do Processo Seletivo Simplificado (PSS) para a Residência Médica do Hospital de Urgência Governador João Alves Filho – HUSE foi realizada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), em parceria com a Fundação Estadual de Saúde (Funesa) nesta quinta-feira, 07, para preenchimento de 16 vagas nos Programas de Residência Médica do hospital, nas áreas de Clínica Médica, Área de Cirurgia Básica, Pediatria e Neonatologia. O gabarito da prova já está disponível na página da Residência Médica Huse 2021, no site da Funesa.

As especialidades de acesso direto são Clínica Médica, Cirurgia Geral e Pediatria. Em relação à especialidade de Neonatologia – acesso indireto –, é necessário ter o pré-requisito da Pediatria, segundo explicou o médico e coordenador da Comissão de Residência Médica – Coreme/Huse, Fábio Alves. “Para ingressar nas especialidades clínicas, é preciso passar pela Clínica Médica. Primeiro faz Clínica Médica e depois as específicas, como cardiologia, gastroentereologia, etc. Já a Área Cirúrgica Básica, com duração de dois anos obrigatórios, não oferece título de especialista, mas permite que o candidato concorra para residência nas especialidades cirúrgica, além de certificá-lo a realizar os procedimentos capacitados”.

Esse momento de pandemia também gerou a participação dos residentes no programa “O Brasil conta comigo”, voltado à área da saúde em geral, para estudantes de medicina do quinto e sexto ano e profissionais de residência multiprofissional, dos quais os residentes recebem uma bolsa para atuar durante a pandemia. “Agora estamos no aguardo da definição de continuidade ou não do programa. Mudanças na pedagogia do ensino e na atuação – tanto em UTIs, enfermarias e prontos-socorros – também geraram um reconhecimento mais precoce. Além dessa questão, lidamos com o receio de contrair a doença, o que causou bastante preocupação da equipe médica. Dessa forma, tivemos que repensar vários processos”, ressaltou Dr. Fábio.

Candidata à vaga do programa de Pediatria, a médica Daniele Siqueira é da Bahia, mas já trabalha em Sergipe e afirma estar na expectativa da aprovação. “A avaliação foi bem elaborada, organizada, dentro dos conformes do que é exigido nos programas de Residência Médica”.

De acordo com a especialista em Políticas Públicas e Educação em Saúde da Funesa, Kenya Nóbrega, “apesar da pandemia, houve um bom quantitativo do número de inscritos. A prova foi realizada com os devidos protocolos de segurança e tudo ocorreu com tranquilidade. Diante desse momento de pandemia, a expectativa é que esses profissionais desenvolvam conhecimento, de forma a contribuir com o SUS Sergipe, com assistência qualificada à população”, disse.

Ascom/SES