11/01/21 - 08:02:57

Usando dona Maria como escada

Por Adiberto de Souza

Quem defende que a senadora Maria do Carmo Alves (DEM) dispute a reeleição em 2022 não está pensando nela, mas em usá-la como escada para tentar se eleger deputado estadual ou federal. Com três eleições seguidas e caminhando para os 80 anos de idade, dona Maria já anunciou, repetidas vezes, que não tentará o quarto mandato senatorial, principalmente depois da morte do esposo e ex-governador João Alves Filho (DEM). Apesar disso, alguns políticos vivem atentando para ela disputar a reeleição. Na verdade, querem mesmo é que a veterana demista arme o palanque majoritário para ajuda-los em seus projetos políticos, mesmo sabendo que uma vitória da senadora não será tarefa fácil, como já não foi em 2014. Marminino!

Segure os bolsos

Apesar de a Secretaria da Fazenda de Aracaju negar, contribuintes juram que o reajuste do IPTU foi bem maior do que tem sido anunciado pela propaganda oficial. A não ser que alguns carnês tenham sido emitidos com erro de cálculo. Um cidadão mostrou à coluna que em 2020 pagou R$ 4.121,95, em cota única. Neste ano, o IPTU dele foi reajustado para 4.802,01, um aumento de mais de 15%. Misericórdia!

Um novo JB

O ex-governador Jackson Barreto (MDB) foi às redes sociais anunciar o nascimento de um novo JB: “Pegando nos braços, pela primeira vez, o meu xarazinho Jackson Barreto de Lima Sobrinho. Muito amor do titio e vovô. Deus lhe abençoe!”. O recém-nascido é filho do casal Paloma Lima e Wédson Andrade e veio ao mundo às 7h43, do dia 26 de novembro de 2020, na Maternidade Santa Helena, em Aracaju. Vida longa aos dois!

Sangue novo

O administrador Jorge Luiz Cabral Nunes acaba de ser eleito presidente do Conselho Regional de Administração de Sergipe. Doutorando em Ciência da Propriedade Intelectual pela UFS, ele é professor universitário, tendo atuado na gestão administrativa da Faculdade São Luís de França e na coordenação de cursos do Centro Universitário Estácio de Sergipe. Jorge Luiz é mestre em Engenharia da Produção pela Universidade Federal de Pernambuco e dirige o Instituto Ânimo, empresa de qualificação profissional, treinamento e consultoria empresarial. Boa sorte na nova empreitada!

Abaixo a violência

Pesquisa revela que 98% da população conhecem a Lei Maria da Penha e que para 86% as mulheres passaram a denunciar mais os maus-tratos depois da existência da lei. Feito pela Data Popular, o estudo mostra ainda que sete em cada 10 entrevistados acreditam que a mulher sofre mais violência dentro de casa do que em espaços públicos e que 50% analisam que a mulher se sente mais insegura em casa do que fora. Cruzes!

Som alto

As pessoas que costumam promover eventos com uso de som, devem ficar atentas à legislação. Segundo a Prefeitura de Aracaju, para evitar problemas é preciso ter uma Autorização Ambiental e respeitar o limite de emissão de sons. De 7h às 22h, o limite permitido é de 60 decibéis. De 22h às 7h, o som não pode ultrapassar os 50 decibéis. Do contrário, o equipamento pode ser apreendido pela Polícia Ambiental. Então, tá!

De olho na tarifa

E o vereador Pastor Diego (Progressista) promete ficar de olho num possível pedido de reajuste da passagem de ônibus em Aracaju. Mesmo o aumento da tarifa não sendo mais analisado pela Câmara, o parlamentar diz que analisará as planilhas e o serviço prestado pelas empresas. Resta saber se, como parlamentar da bancada governista, o jovem reverendo vai peitar um possível reajuste de passagem concedido pelo prefeito Edvaldo Nogueira (PDT). Aguardemos, portanto!

Ê boi!

A Polícia Militar acabou uma festa no município de Graccho Cardoso. Mais de mil pessoas participavam, ontem, de uma “pega de boi” quando os homens da Companhia da Caatinga chegaram para colocar ordem na casa. Ao observarem que boa parte das pessoas não usava máscara, nem respeitava o distanciamento entre elas, os policiais acabaram com a festa. Por afrontarem as normas de prevenção contra a Covid-19, os responsáveis pelo evento podem responder por crime de infração de medida sanitária preventiva previsto no Código Penal. Bem feito!

Morte de ciganos

O Ministério da Família e dos Direitos Humanos está analisando o relatório produzido pelo Instituto Cigano do Brasil sobre as mortes a tiros de quatro ciganos no município sergipano de Umbaúba. Segundo a SSP, eles morreram durante um confronto armado com a Polícia. Um dia antes, dois policiais civis de Sergipe tinham sido fuzilados quando investigavam aquela comunidade cigana. O documento do Instituto mostrando, em sua visão, detalhes sobre o trágico ocorrido está na Secretaria Nacional de Políticas de Promoção de Igualdade Social do Ministério. Essa apuração promete!

Rio agoniza

O ‘Velho Chico’ não é mais aquele caudaloso rio que empurrava furiosamente o Oceano Atlântico, espalhando suas águas barrentas por quilômetros mar adentro. Represado para garantir a produção de energia elétrica e seriamente assoreado, em alguns trechos o São Francisco já não assusta ninguém. Lamentavelmente, se continuarem tratando desta forma o moribundo Rio da Integração Nacional, quando o governo federal concluir as obras de transposição, não haverá água suficiente em seu leito para abastecer os enormes e longos canais. Lastimável!

Pão e água

Por terem votado contra projetos do governo, os deputados estaduais Capitão Samuel (PSL) e Zezinho Guimarães (MDB) perderam os cargos que tinham no Executivo. Esta informação é do deputado estadual Gilmar Carvalho (PSC). A exemplo dos colegas, ele também votou contra o projeto reajustando as caríssimas taxas cobradas pelo Departamento Estadual de Trânsito. Ao punir os dois aliados, o governador Belivaldo Chagas (PSD) deixou claro que com ele não tem meio terno: escreveu não leu, o pau comeu. Crendeuspai!

Recorte de jornal

Publicado no jornal Correio de Aracaju, em 24 de março de 1912.