12/01/21 - 00:01:19

Ulices avisa: “não sou candidato a governador”

Diógenes Brayner diogenesbrayner@gmail.com

É possível que, a partir de agora, haja uma pausa nas discussões especulativas sobre as eleições gerais de 2022. Nos bastidores tudo aparenta continuar no mesmo e há muita gente conversando sobre a disputa pelo Governo, Senado e Câmara Federal. Tem quem faça cálculos e quem considere que a oposições não terá um nome competitivo para disputa acirrada. Uma das preocupações mais recentes é se a eleição a deputado – tanto estadual quanto federal – será dentro do mesmo sistema em que ocorreu o pleito a vereador.

A maioria acha que sim, mas alguns deputados, inclusive federais, têm certeza que não. Fala-se em movimento nos corredores do Congresso para derrubar a legislação utilizada no pleito de 2020 e a apresentação de projeto que retorne ao velho estilo proporcional para o parlamento, a fim de evitar “perdas e danos que grandes partidos tiveram nas disputas pelas Câmaras Municipais”. Tudo pode acontecer, inclusive nada, em razão também da força dos que estão no páreo para chegar ao poder.

Mas, sobre a sucessão estadual em Sergipe, aconteceu fato importante no final de semana em relação aos prováveis candidatos. Vejam bem: um dos nomes mais citados pré-candidatos, com chances de chegar lá, põe por terra essa hipótese. O conselheiro Ulices Andrade, do Tribunal de Contas do Estado (TCE), através de mensagem contundente via Whatsapp, declarou que não é candidato a governador, não tem disposição para isso e nem pretendo ser. Alias, “sou impedido até de conversar sobre política, porque o cargo que tenho hoje de conselheiro impede que eu faça isso. Não tem como disputar mandato”.

Ulices Andrade desmente que tenha dialogado sobre isso e acrescenta que “não pretendo conversar e acho que não é hora de se tratar sobre 2022”. Para ele, “o Governo do Estado está preocupado é em resolver os planos para Sergipe. Eu estou preocupado é em fazer um bom trabalho no Tribunal de Contas e portanto acho completamente inoportuno tanto fazer política agora, quanto falar sobre ela”.  Ulices foi mais adiante e diz que nunca tratou com o “governador Belivaldo Chagas (PSD) sobre esse assunto e duvido que algum prefeito tenha dito que pedi voto a ele, ou que sentei numa mesa para conversar com algum deles sobre isso”.

Ulices concluiu: “Não sou candidato e nem pretendo ser, mas a gente que tem o vírus da política inoculado no sangue é difícil tirá-lo, agora se ele vai aflorar de novo eu não sei. Só sei que no momento eu não tenho essa disposição”.

Vacina é prioridade

Belivaldo Chagas disse ontem que a prioridade do Governo do Estado neste momento é vacinar a população e que todos os esforços continuarão sendo feitos para salvar vidas.

*** Disse mais: “não admito que se faça política em cima deste tema ou sobre a pandemia”.

Programa permanente

O governador Belivaldo Chagas (PSD) avisou, ontem, em entrevista, que o programa de auxílio de 100 reais, criado pelo Estado durante a pandemia, virou permanente.

*** Só a partir de ontem, foi que o deputado Capitão Samuel disse que tomou conhecimento da permanência do auxilio, mesmo que tenha votado favorável a ele.

Dia D e Hora H

Há certa desconfiança da população, em todos os Estados, sobre a má vontade do Governo Federal em relação à vacinação em massa contra a Covid-19.

*** Vejam só: “ontem o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que a vacinação contra Covid-19 no Brasil vai começar “no dia D e hora H”.

Viagens no carnaval

Não haverá carnaval oficial em grande parte do Brasil, principalmente nas cidades como Salvador, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo.

*** Mas as pessoas não deixarão de alugar casas e viajar para as praias e realizarem festas à vontade. De Aracaju a preferência são cidades do litoral de Salvador.

*** A população perdeu o medo do vírus, cansou de ficar em casa e não se mostra preocupada com o crescimento do Covid-19.

Assunto foi Eliane

Num café da manhã, sexta-feira passada, um grupo de políticos se encontros, inclusive do próprio PT, e as críticas foram para o estilo da vice-governadora Eliane Aquino (PT) fazer política.

*** Um dos políticos disse: “Eliane quer ser o que não é e se aproveita”.

*** Eliane Aquino tem revelado que está decepcionada com a política e que pensa em disputar vaga de deputada federal.

Adversário fervoroso

Os prefeitos de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), e o de Socorro, Padre Inaldo (PP), reuniram-se ontem: “Sempre foi um prazer receber o meu amigo”, disse Edvaldo

*** Discutiram sobre o desenvolvimento das duas cidades e ficou claro que “a parceria entre os municípios continuará firme e forte nos próximos quatro anos”!

*** Pode não ter nada a ver uma coisa com a outra, mas Inaldo é o mais fervoroso adversário do PDT em Socorro.

Sobre candidatura

Edvaldo Nogueira continua dizendo que não será candidato a governador em 2022, mas alguns dos seus aliados acham que ele vem acelerando muito seu trabalho em Aracaju.

*** Atualmente está se reunindo com auxiliares para definir o Plano Estratégico e já na próxima semana viaja a São Paulo e Brasília à busca de recursos.

*** Candidatar-se ou não ainda está na base da especulação.

Eduardo insiste no convite

Eduardo Amorim confirmou os convites do PSDB a alguns nomes, a exemplo de Milton Andrade (PL), João Marcelo e Danielle Garcia, do Cidadania, para se filiar ao PSDB.

*** Dessa vez incluiu o deputado Gilmar Carvalho (PSC) para filiar-se aos tucanos no momento certo.

*** – Tenha certeza que, se você estivesse aqui (no PSDB), teria sido candidato a prefeito de Aracaju na última eleição, disse Eduardo a Gilmar,

Episódio superado

O senador Alessandro Vieira (Cidadania) disse ontem que “esse episódio – do PSDB fazer convites a filiados do seu partido – já foi superado”.

*** Acrescentou que “é natural que um partido que não teve bom desempenho tente se reforçar”.

A senadora no Jetski

A senadora Maria do Carmo (DEM) passou o final de semana em Mangue Seco fazendo uma das coisas que mais gosta: pilotar Jetski.
*** Ela dirige com emoção e sem emoção, dando até o chamado ‘cavalo de pau’.
*** Em um dos passeios teve que retornar mais cedo, porque o carona, seu irmão José Alves, teve medo e pediu para voltar.

Incentivo à reeleição

A senadora Maria do Carmo ainda não confirma, mas o DEM deseja tê-la como candidata à reeleição em 2022. Ela não confirma e nem descarta.

*** O presidente nacional do DEM, ACM Neto deseja que D. Maria volte às urnas e em Sergipe, José Carlos Machado incentiva a sua candidatura.

André vai para PSL

O ex-deputado federal André Moura está certo de filiar-se ao PSL e tem projetos de levar alguns prefeitos do interior que foi eleito pelo PSC.

*** André não será candidato a deputado federal. Seu objetivo definido é o Governo do Estado ou o Senado.

Banco do Brasil

O ex-deputado federal Márcio Macedo (PT) disse que o anúncio por, parte de Bolsonaro/Guedes, do fechamento das agências do Banco do Brasil e as consequentes demissões, é um crime de lesa pátria.

*** – O BB gera lucro, desenvolvimento e tem um papel social importante. Inaceitável!

Uma boa conversa

ACM Neto diz – O fechamento da Ford no Brasil é um prejuízo incalculável para a economia do país e mais do que isso: para a vida de milhares de famílias.

BR-Político – Ciro Gomes aproveitou saída da Ford do País para pedir saída de Jair Bolsonaro da presidência da República.

João Dória – “Lamento decisão da Ford de encerrar sua produção de automóveis no Brasil. A medida afeta o fechamento de fábricas no Ceará, Bahia e SP. Foi decisão global da Ford Motors”.

Blog do Noblat – OAB vê ‘intimidação da imprensa’ em pedido do ministro da Justiça para investigar Ruy Castro e Ricardo Noblat.

Brasil/247 – Fernando Haddad manda recado à elite do atraso: difícil perdoar quem nos colocou neste pesadelo.

Metrópole – A empresa decidiu encerrar a produção no país após 67 anos e informou que mercado brasileiro será abastecido pela Argentina e pelo Uruguai.

De Lúcia – O programa de vacinação do governo é não ter programa algum e melar todas as possibilidades de que isso aconteça. Genocídio institucional!

Antony Jojony – Argentina planeja construir um muro para conter os brasileiros que tentarem cruzar a fronteira em busca de melhores condições de vida.