23/01/21 - 08:23:42

Secretaria da Saúde de Aracaju já vacinou cerca de 4 mil pessoas contra covid-19

A partir de um planejamento prévio, tanto de logística quanto de capacitação das equipes, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), concluiu parte significativa da primeira etapa do Plano Municipal de Vacinação.

Nesta sexta-feira, 22, foi finalizada a imunização de todos os profissionais de saúde que atuam na linha de frente nas Unidades Básicas de Saúde exclusivas para síndrome gripal (Geraldo Magela, Onésimo Pinto, Ministro Costa e José Machado).

Com isso, desde a terça-feira (19), data do início da vacinação em Aracaju, cerca de 4 mil aracajuanos já receberam a primeira dose da CoronaVac, entre trabalhadores da área da saúde e idosos institucionalizados, público alvo e prioritário da primeira etapa da campanha.

Além da conclusão da aplicação da primeira dose do imunizante nos profissionais das UBS referência para síndromes gripais (242 profissionais, ao todo), durante esta sexta, as equipes da SMS estiveram na Maternidade Nossa Senhora de Lourdes, Hospital Municipal Nestor Piva, Hospital da Polícia Militar, Hospital Cirurgia, Hospital São José e Hospital Gabriel Soares.

“Preparamos um cronograma para que possamos concluir a aplicação da primeira dose até a próxima semana. O plano é de que entre 21 e 28 dias após a primeira dose, as mesmas pessoas recebam a segunda dose da vacina. Com a notícia de que dois milhões de doses da AstraZeneca foram liberadas da Índia para o Brasil, existe uma estimativa de que, em breve, essas doses sejam liberadas para os municípios. Assim, vamos aguardar para que, na próxima semana, mais imunizantes cheguem a Aracaju e possamos ampliar a vacinação para além dos grupos de risco, na busca da imunidade coletiva que tanto desejamos”, afirma a secretária municipal da Saúde, Waneska Barboza.

Responsável por atender casos de alta complexidade no estado, a Maternidade Nossa Senhora de Lourdes passou por momentos de tensão, já que houve um aumento no fluxo de atendimento, em decorrência da pandemia. Desta forma, sua equipe de linha de frente também sentiu as complicações causadas pela covid-19. Hoje, a vacinação começou por lá.

Um dos obstetras da unidade, o médico Cláudio Cavalcante foi o primeiro a ser vacinado na MNSL. “É uma grande emoção participar desse momento que significa mais um avanço da ciência que, em tão pouco tempo, desenvolveu uma vacina para a nossa proteção, para poder seguirmos combatendo com mais tranquilidade esse vírus. Como é uma doença nova, o desafio era aprender a tratar as pessoas acometidas por ela, então, foram momentos de apreensão”, afirma o médico.

No Hospital da Polícia Militar, a fisioterapeuta Caroline Pereira, após ser vacinada, salientou a importância de defender a vacina para o bem coletivo. “É uma luta grande que ainda não acabou. A vacinação é um momento histórico que marca o início da vitória da saúde contra a doença, assim espero. Poder ser vacinada, dá uma força para continuarmos o nosso trabalho. Agora, a esperança é de que, em breve, todos possam ser vacinados”, pontua Caroline.

Atuando no Nestor Piva, o médico José Carlos Filho foi o primeiro a ser imunizado na unidade hospitalar. Para ele, o imunizante traz a esperança de os casos mais graves possam ser reduzidos, “e que as pessoas deixem de dar atenção a fake news e, assim, deem mais credibilidade à vacina que veio para salvar vidas”.

“Tenho 24 anos de profissão e nunca será fácil lidar com a morte, então, espero que possamos estar mais conscientes e defendendo a vacinação. Me sinto ainda mais encorajado a seguir a minha missão enquanto médico”, frisa José Carlos.

O Plano Municipal de Vacinação foi estabelecido de forma a garantir que a população tenha acesso ao imunizante com segurança, sem aglomerações, e respeitando a urgência dos grupos prioritários. Ele foi dividido em quatro etapas e subdividido em fases para que sejam respeitadas as prioridades entre os grupos de risco, que reúnem milhares de pessoas.

Vacinadores

Neste sábado, 23, será realizada a vacinação dos vacinadores (enfermeiro, técnico de enfermagem e auxiliar de enfermagem), que estão trabalhando na campanha de vacinação contra a covid-19. A ação ocorre das 9h às 15h, a sede da Secretaria Municipal de Saúde.

Foto: Marcelle Cristinne