26/01/21 - 08:33:47

Demagogia às margens do Velho Chico

Por Adiberto de Souza

Tem ganhado corpo a ideia de a nossa bancada federal aproveitar a visita, quinta-feira, do presidente Jair Bolsonaro à Propriá para lhe cobrar a conclusão da duplicação da BR-101, trecho de Sergipe. A princípio, a proposta parece excelente, pois aquela obra se arrasta há mais de duas décadas sem prazo de conclusão. Na prática, contudo, não passa de uma jogada demagógica, pois a conclusão daquele empreendimento depende muito mais dos deputados federais e senadores de Sergipe do que do presidente Bolsonaro. Segundo o governo federal, ainda serão necessários R$ 200 milhões para concluir a obra, sendo que o Orçamento da União prevê liberar para o projeto R$ 34 milhões por ano. Ora, se em vez de mais um exercício de demagogia, deputados e senadores apresentassem, a cada ano, uma emenda de bancada no valor de R$ 50 milhões, poderíamos prevê que a duplicação ficaria pronto em três anos, no máximo. Foi o que fizeram as bancadas de estados como Alagoas, onde a BR-101 duplicada até parece um tapete. Portanto, ir em caravana a Propriá pedir ao presidente que conclua a obra o quanto antes, será repetir o que vem sendo feito, sem sucesso, desde a solenidade de instalação da pedra fundamental. Danôsse!

Pronta para operar

Desativada desde 2019, a Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados (Fafen), em Laranjeiras, entrará em operação ainda neste primeiro trimestre. A previsão foi anunciada pela Unigel, arrendatária daquela unidade à Petrobras. Com o reinício das atividades das Fafen’s de Sergipe e da Bahia, a empresa se transformará em importante fornecedora de ingredientes para fertilizantes. A unidade de Laranjeiras tem capacidade instalada para produzir 1.800 t/dia de ureia, sendo capaz de comercializar amônia, gás carbônico e sulfato de amônio. Com o reinício das atividades da Fafen/SE, devem ser gerados 750 empregos diretos. Supimpa!

Prefeito hospitalizado

Vítima da Covid-19, o prefeito de Maruim, Gilberto Maynard (PT), está internado em um hospital de Aracaju. Ele testou positivo para a doença na semana passada, tendo informado que sentia apenas sintomas leves e estava em isolamento. O quadro, contudo, se agravou, forçando o internamento do gestor. A família de Maynard não forneceu maiores detalhes sobre o seu estado de saúde. Melhoras!

Conta gotas

O governo de Sergipe começa a pagar os salários deste mês, na próxima sexta-feira. Neste dia, recebem os servidores com vínculo efetivo ativos, aposentados e pensionistas com vencimentos de até R$ 3 mil. Também bota o salário no bolso o pessoal efetivo do Sergipeprevidência, Ipesaúde, Segrase, Agrese, Cohidro, Codise, Cehop, Emdagro, Emsetur, Emgetis, Pronese, além de todos os servidores da Secretaria da Educação, Esporte e Cultura. Quem ganha mais de três mil contos só verá a cor da grana no distante dia 10 de fevereiro. Crendeuspai!

Projeto de refinaria

A empresa Noxis Energy estuda implantar em Sergipe uma refinaria de petróleo com capacidade para processar 50 mil barris/dia. Orçado em US$ 600 milhões, o projeto prevê produzir, a partir 2025, bunker com baixo teor de enxofre para navios. Segundo a empresa, a ideia é obter a licença de instalação da unidade e iniciar a terraplenagem da área ainda este ano. Ah, bom!

Contra o impeachment

Adversários políticos, os deputados federais lagartenses Fábio Reis (MDB) e Gustinho Ribeiro (SD) pensam iguais quando o assunto é um possível impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O emedebista entende que todo processo de impedimento presidencial é ruim para a democracia. “Acho que o momento é de união, de pensar no futuro do nosso país”, discursa. Gustinho também abomina a ideia: “Falar em impeachment agora, quando estamos discutindo a vacinação em massa contra a Covid-19, é um estupro à democracia”. Misericórdia!

Imprensa de luto

Vítima de diabetes, morreu ontem, o radialista Fernando Souza, 81 anos. O corpo o comunicador está sendo velado no Cemitério Colina da Saudade, em Aracaju, devendo o sepultamento ocorrer logo mais às 11 horas. Fernando Souza era casado com a juíza de direito Maria Angélica França e Souza, deixa seis filhos e nove netos. Descanse em paz, amigo!

Pedetista surpreso

E o presidente do PDT em Sergipe, deputado federal Fábio Henrique, se surpreendeu com as críticas feitas a ele por um grupo de filiados do partido. Os pedetistas condenaram a posição de neutralidade do deputado sobre um possível impeachment do presidente Jair Bolsonaro. Após dizer que não participou de nenhuma discussão interna sobre o tema, Fábio Henrique frisou que “se for aberto o processo de impeachment irei analisar, como sempre fiz em outros assuntos polêmicos”. Então, tá!

Alerta ao presidente

E o senador bolsonarista Alessandro Vieira (Cidadania) alertou o presidente da República para as derrapadas do general Eduardo Pazuello, encastelado no Ministério da Saúde: “Bolsonaro, atenção: os erros do ministro Pazuello ultrapassaram qualquer limite razoável. Além de colocar em risco a saúde dos brasileiros, ameaça a própria continuidade do seu governo, em razão do provável crime de responsabilidade”. Quem avisa, amigo é. Vixe Maria!

Silêncio criticado

A vereadora aracajuana Emília Corrêa (Patriota) não esconde sua queixa com o silêncio da Mesa Diretora da Câmara. Segundo ela, faltando poucos dias para retomada dos trabalhos legislativos, os vereadores ainda não sabem se as sessões serão virtuais, presenciais, ordinárias ou extraordinárias: “Não tomarei como surpresa se souber disso através da imprensa. Geralmente é assim que funciona”. Com a palavra o presidente da Câmara, Nitinho Vitale (PSD). Marminino!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano A Tribuna, em 25 de janeiro de 1933.