26/01/21 - 05:25:49

MOVIMENTOS SOCIAIS DEFENDEM ÂNGELA MELO PARA  COMISSÃO DE EDUCAÇÃO

Em Manifesto publicado nesta segunda-feira, 25/01, entidades da área de educação e grupos da sociedade civil defendem que a vereadora Professora Ângela Melo (PT) seja eleita para a presidência da Comissão de Educação da Câmara Municipal de Aracaju.

No documento, os coletivos enfatizam que a história da parlamentar petista a credencia como o perfil mais indicado para desempenhar determinada função. “A Professora Ângela Melo apresenta uma rica trajetória de luta pela garantia da Educação Pública, participativa democrática, articulada à luta em defesa dos Direitos Humanos, fundamentada na pedagogia libertadora de socialização dos conhecimentos, de práticas e trocas de saberes e suas ressignificações”, argumenta.

Professora aposentada das redes públicas de educação municipal e estadual, tendo atuado por quatro décadas em sala de aula, Ângela Melo já presidiu o Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Sergipe (SINTESE) e também integrou a Direção Nacional da Central Única dos Trabalhadores (CUT), desempenhando papel estratégico em importantes conquistas na educação em todo o estado.

Ao tomar conhecimento do manifesto divulgado pelas instituições, a vereadora expressou alegria com o apoio e reafirmou os compromissos que sempre guiaram a sua atuação pública tanto como professora quanto como dirigente sindical. “Fico imensamente grata pela indicação desses coletivos e me desejo ocupar a presidência da Comissão para ter ainda mais condições de defendermos a priorização e ampliação dos investimentos para a educação pública, buscando tornar a Câmara um ambiente de participação popular, com a presença ativa das trabalhadoras e trabalhadores da educação e de todas que defendem uma educação libertadora”, ressalta.

Ainda no documento, as entidades reivindicam aos vereadores e vereadoras de Aracaju que “como gesto de respeito à história da Professora Ângela Melo, construam um consenso em torno da escolha dessa colega de Legislativo para desempenhar tarefa tão relevante”.

O Manifesto é assinado pelas seguintes organizações: CNTE – Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação; Coletivo Docente da Rede Municipal de Aracaju; Coletivo Paulo Freire; SINDIPEMA – Sindicato dos Profissionais do Ensino do Município de Aracaju; ADUFS – Associação dos Docentes da Universidade Federal de Sergipe; Diretoria Executiva da Associação dos Geógrafos Brasileiros – Seção Local Aracaju; Associação de Catadoras e Catadores de Mangaba Padre Luiz Lemper; Instituto Braços; Centro Dom José Brandão de Castro; MPA – Movimento dos Pequenos Agricultores de Sergipe; CEBI – Centro de Estudos Bíblicos Ecumênico.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Vereadora Professora Ângela Melo (PT/Aracaju)