27/01/21 - 16:41:17

Covid-19: Prefeitura garante transparência e cumprimento dos critérios da vacinação

Garantir o cumprimento dos critérios e prioridades da vacinação contra covid-19 é um dos focos principais da campanha de imunização coordenada pela Prefeitura de Aracaju. Conforme prevê o Plano Municipal de Vacinação, desde esta primeira fase da campanha, que contempla profissionais de saúde que estão na linha de frente do enfrentamento à pandemia, e idosos que residem em asilos ou abrigos, estão asseguradas medidas de controle e transparência das ações para que sejam respeitados o atendimento dos grupos prioritários, bem como as normas de transparência.

Até esta quarta-feira, 27, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) já vacinou 6.801 aracajuanos que fazem parte do grupo atendido na primeira etapa. A estimativa é que, até a próxima sexta, dia 29, seja concluída a aplicação das 10.939 doses de CoronaVac e, assim, após a prestação de contas, possa ser ampliada a imunização a partir do recebimento de novas doses do imunizante.

A secretária municipal da Saúde de Aracaju, Waneska Barboza, destaca que, junto ao Ministério Público Federal (MPF) e Ministério Público do Estado de Sergipe (MPE/SE), a gestão municipal firmou acordo sobre o controle das prioridades e a transparência dos dados a respeito da vacinação contra covid-19 na capital.

“Assim que tivemos a confirmação das primeiras doses de vacina para Aracaju, solicitamos aos estabelecimentos que nos enviasse a lista com a relação dos profissionais que atuam na linha de frente da covid-19, justamente para que fosse respeitado o critério de vacinação. O mesmo posicionamento será dado durante todas as fases da vacinação. Mantemos o acordo junto aos ministérios e o objetivo principal é manter a transparência das ações, sem que haja situações de pessoas furando a fila”, frisa a secretária.

Ao dar continuidade à imunização, nesta quarta, um dos locais atendidos foi o Instituto Médico Legal (IML). “São 51 profissionais que estão expostos à contaminação porque lidam com corpos. Do quantitativo total de imunizados, já conseguimos vacinar mais de 40% dos profissionais da saúde e, assim que conseguirmos concluir a aplicação das primeiras doses, poderemos ampliar esse percentual de trabalhadores. Temos tido uma grande adesão à vacina por parte dos profissionais e é o que nos move a seguir ainda mais rigorosamente os critérios estabelecidos”, ressalta Waneska.

O agente de necropsia do IML, George Fernandes, foi o primeiro a ser vacinado no local. Para ele, nesse momento de pandemia, os profissionais que atuam na unidade enfrentam diversos desafios, “principalmente na questão de corpos contaminados”, frisa.

“No momento que chega a possibilidade de ficarmos imunes a essa doença, ganhamos mais ânimo, mais coragem para seguir fazendo o nosso trabalho. Logo no início da pandemia, em maio do ano passado, tive covid e me recuperei bem, mas muita gente não teve a mesma sorte que eu”, salienta George.

O papiloscopista Eziel Oliveira, também vacinado, lembra com tristeza a perda de colegas. “É uma oportunidade muito esperada por todos nós, principalmente por termos perdido dois colegas de trabalho muito queridos, então, esse momento é fundamental. Estarmos protegidos é contribuir, ainda, para com o coletivo. Infelizmente, a pandemia levou muita gente, mas a vacina vem para acender uma luz de esperança por dias melhores”, considera Eziel.

As equipes de vacinação da SMS estiveram também, nesta quarta-feira, no Hospital e Maternidade Nossa Senhora de Lourdes, Hospital do Coração e Hospital da Polícia Militar.

Fonte e foto assessoria