27/01/21 - 12:46:17

Ipesaúde suspende a realização de cirurgias eletivas; veja as liberadas

Devido ao aumento dos casos de Covid-19 no estado, o Ipesaúde suspendeu as cirurgias eletivas que demandam leitos que poderiam ser usados para tratamento dos pacientes com diagnóstico do vírus

Devido ao aumento dos casos de Covid-19 no estado, o Ipesaúde suspendeu as cirurgias eletivas que demandam leitos que poderiam ser usados para tratamento dos pacientes com diagnóstico do vírus. Sendo assim, além das cirurgias de caráter de urgência, partos cesarianos, procedimentos oncológicos e renais, aquelas na qual não demandam leitos Covid-19, realizadas em clínicas específicas, estão liberadas.

“Nós criamos alguns critérios para que pessoas em situação de urgência, onde seu quadro possa repercutir em um comprometimento grande, grave para vida ou para a função de algum órgão importante. Tentamos garantir que essas pessoas tenham acesso, mesmo durante esse momento em que estamos restringindo as eletivas. Além disso, tudo aquilo que não implica em ocupação de leito, por exemplo, as cirurgias ambulatoriais todas estão liberadas por que não implica em ocupação de leito e todas as outras cirurgias clínicas  que não oferecem leito covid”, disse a coordenadora de auditoria e perícia interna, Cláudia Menezes.

Dor persistente, sangramento, cardiopatia que se complique, fraturas e lesões ósseas e comprometimento de algum órgão, são critérios para a liberação dos procedimentos.

“Quando chega a solicitação de determinados procedimentos, a nossa equipe médica verifica o quadro do paciente. Se houver dor persistente, sangramento, comprometimento ósseo ou de algum órgão, ou trate-se de uma cardiopatia que venha a se complicar, o procedimento é liberado porque não podemos deixar que o quadro do paciente evolua para urgência. A troca do gerador de marcapasso, por exemplo, não podemos deixar que o gerador acabe para que seja feita a troca”, complementou Cláudia Menezes.

São classificadas como Cirurgias Eletivas todos os procedimentos que podem ser protelados e não virão a se tornar uma urgência. Como o momento é de cautela devido ao aumento de casos do Coronavírus no Estado, os pacientes com diagnóstico grave do vírus têm sido prioridade na ocupação dos leitos.

Cirurgias liberadas

Oftalmológicas (Feitas em clínicas oftalmológicas)

Cardiológicas

Cirurgias ambulatoriais (que não precise pernoitar)

Cirurgias oncológicas

Cirurgias Renais

Cirurgias de caráter de urgência/ emergência

Partos