28/01/21 - 07:18:58

Igualdade de gênero está entre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

O objetivo 5 visa alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas.

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável fazem parte de uma iniciativa global para acabar com a pobreza, proteger o meio ambiente e o clima e garantir que as pessoas, em todos os lugares, desfrutem de paz e de prosperidade. O plano de ação universal contém 17 objetivos e 169 metas para alcance até 2030 e abrange as dimensões ambiental, econômica e social do desenvolvimento sustentável, de forma integrada e inter-relacionada.

Entre os objetivos está a Igualdade de gênero, que visa alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas. “O intuito é erradicar com todos os tipos de discriminação e violências contra meninas e mulheres, um grande desafio para nossa sociedade, tendo em vista um contexto social de extrema desigualdade de gênero que vivemos”, declara a professora do Programa de Pós-graduação em Direitos Humanos da Universidade Tiradentes e pesquisadora do Grupo de pesquisa Gênero, Família e Violência, Grasielle Vieira.

“Além disso, também tem como objetivo alcançar a igualdade de direitos e oportunidades e o empoderamento de meninas e mulheres, promovendo o fim de qualquer tipo de discriminação e de violação de direitos, a exemplo das diversas violências sofridas por essas meninas e mulheres, tanto no ambiente familiar, como fora dele”, enfatiza.

Até 2030, programa-se eliminar todas as formas de violência contra todas as mulheres e meninas nas esferas públicas e privadas, incluindo o tráfico e a exploração sexual e de outros tipos e acabar todas as práticas nocivas, como os casamentos prematuros, forçados e de crianças e mutilações genitais femininas.

Outras metas do ODS 5 têm em vista reconhecer e valorizar o trabalho de assistência e doméstico não remunerado, por meio da disponibilização de serviços públicos, infraestrutura e políticas de proteção social, bem como a promoção da responsabilidade compartilhada dentro do lar e da família, conforme os contextos nacionais e garantir a participação plena e efetiva das mulheres e a igualdade de oportunidades para a liderança em todos os níveis de tomada de decisão na vida política, econômica e pública.

“Por todas essas questões, entende-se a grande importância do ambiente universitário, como campo fértil, para a discussão, o debate, o fomento à pesquisa e a capacitação profissional sobre a temática”, enfatiza a docente.

“A Unit, por exemplo, já propõe esses debates e é importante o engajamento de todos, tanto no ambiente familiar quanto no ambiente acadêmico”, finaliza.

Assessoria de Imprensa