29/01/21 - 14:35:50

Professora Ângela Melo se posiciona contra retorno das aulas presenciais em março

Conhecedora da educação pública, por ser professora aposentada das redes municipal e estadual e ex-diretora de sindicato docente (SINTESE), a vereadora Ângela Melo (PT) tem atuado para sensibilizar a Prefeitura de Aracaju sobre os riscos de um possível retorno das aulas presenciais em março, conforme anunciado pelo prefeito Edvaldo Nogueira.

Como uma das ações nesse sentido, a parlamentar petista visitou seis escolas da rede municipal de Aracaju: EMEF Presidente Vargas e EMEI José Garcez Vieira, ambas no Siqueira Campos; EMEF Laonte Gama e EMEF Diomedes Silva, que ficam no bairro Santa Maria; EMEF Presidente Juscelino Kubitschek e EMEI Benjamin Alves de Carvalho, as duas na Coroa do Meio.

“O que verifiquei nas seis escolas foi a ausência de condições sanitárias para retomada das aulas presenciais em março, como deseja a Prefeitura. Algumas têm estruturas comprometidas por ferrugem, outras têm aparelhos quebrados. Há escolas com mobiliários inadequados, escadas íngremes para crianças e outras situações que confirmam que as escolas de Aracaju não têm condições mínimas de atendimento às recomendações da OMS”, declarou a vereadora.

Também com o objetivo de dialogar com o Executivo municipal sobre esse tema, a Professora Ângela Melo teve uma audiência, na tarde da quinta-feira (28), com a Secretária de Educação, Cecília Leite.

Na oportunidade, Ângela expressou a sua preocupação com a vida e a saúde dos professores e professoras, estudantes e servidores das escolas públicas que, em sua maioria, vivem em áreas de maior vulnerabilidade social, onde os índices de mortalidade pela covid-19 são maiores. “Pesquisas feitas pela Universidade Federal de Sergipe estão demonstrando que as maiores taxas de morte se dão justamente nas camadas mais empobrecidas da nossa população. E são essas pessoas que constroem a escola pública de Aracaju, seja como professor, funcionário ou estudante”, alertou.

Além de integrantes da sua assessoria, na audiência com a gestora da SEMED, a vereadora esteve acompanhada de Obanshe Severo, representante do Coletivo Docente da Rede Municipal de Aracaju, que expôs uma série de problemas enfrentados pelos professores e professoras, a exemplo da falta de pagamento pela Prefeitura do reajuste do piso salarial da categoria.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Vereadora Professora Ângela Melo (PT/Aracaju)