30/01/21 - 09:07:15

EM ARACAJU, SEGUNDA DOSE DA CORONAVAC COMEÇA A SER APLICADA DIA 8 DE FEVEREIRO

No último dia 18, Aracaju recebeu 21.878 doses da CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan, em parceria com a farmacêutica Sinovac. Logo no dia seguinte [19], a Prefeitura, por meio da coordenação da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), iniciou a vacinação da primeira dose da vacina na capital, tendo como público alvo profissionais que atuam na linha de frente do combate à pandemia, idosos que moram em asilos ou abrigos e seus cuidadores. Agora, a gestão municipal se prepara para iniciar a aplicação da segunda dose.

Conforme destaca a secretária municipal da Saúde, Waneska Barboza, de acordo com o planejamento e com o período estipulado para a efetivação da vacina, a aplicação da segunda dose de CoronaVac começará no dia 8 de fevereiro.

“Ficou comprovado que a CoronaVac realmente estimulou o desenvolvimento de anticorpos, que é o que a gente precisa para se proteger da contaminação. A sua eficácia, no entanto, depende da aplicação das duas doses, portanto, aquelas pessoas que foram vacinadas no primeiro momento, precisam receber a segunda dose para, de fato, estarem protegidas. A CoronaVac apresenta uma eficácia maior que outros imunizantes, a exemplo da vacina contra gripe, o que atesta sua importância como uma das ações para vencer a pandemia do novo coronavírus”, frisa a secretária.

Nesta sexta-feira, 29, dando seguimento ao Plano Municipal de Vacinação, as equipes da SMS estiveram no Hospital Universitário (HU) e no Hospital da Polícia Militar (HPM), onde foi imunizada mais uma leva de profissionais da área da saúde. Até o momento, foram vacinadas 8.222.

A pediatra Vanessa César foi uma das que recebeu a vacina e, para ela, a imunização é de extrema importância.

“É preciso que haja uma consciência coletiva com relação à vacinação. Sabemos quantas vidas foram perdidas e a vacina veio para dar uma maior segurança para todos. Me sinto mais tranquila, inclusive para exercer o meu trabalho”, afirma Vanessa.

Outra profissional vacinada foi a técnica em enfermagem, Cristiane Andrade, que ressalta a importância da vacina.

“Sabemos o quanto a vacina é necessária e isso está no histórico da medicina, não há o que negar. No meu caso, enquanto profissional da área da saúde, essa importância tem que estar ainda mais evidente porque lido com vidas”, frisa a técnica.

Foto Sérgio Silva