30/01/21 - 08:41:52

Unigel e Sergas assinam contrato de movimentação de Gás Natural

Parceria é marco para início de operações da Unigel Agro SE (antiga Fafen/SE)

A plena operação da Unigel Agro SE (antiga Fafen/SE) está cada dia mais próxima. Prova disso está nos contratos que foram assinados na última quinta-feira (28), entre a empresa e parceiros, que contribuirão para o fornecimento, transporte e movimentação do gás natural a ser utilizado como insumo na unidade sergipana. Com a Sergipe Gás S/A (Sergas), por sua vez, a Unigel garante a movimentação do gás em terras sergipanas.

A parceria firmada entre Unigel e Sergas é um marco para Sergipe, pois se trata do primeiro contrato com um consumidor livre estabelecido no Estado, situação prevista na Revisão do Regulamento dos Serviços Locais de Gás Canalizado, estabelecido pela Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Sergipe (Agrese), em setembro de 2019. A norma instituiu as figuras do autoimportador e do consumidor livre do gás, gerando flexibilização e atraindo investidores ao mercado sergipano. Além disso, em agosto de 2020, a Agrese, com base em pleito apresentado pela Sergas, autorizou a Tarifa de Movimentação de Gás Natural (TMOV) ao segmento de grandes usuários em Sergipe, ou seja, aqueles que consomem acima de 100.000 m³ por dia, no qual a Unigel Agro SE se enquadra.

De acordo com o presidente da Sergas, Valmor Barbosa, com a assinatura deste contrato a Sergas passa a atuar com um volume extremamente representativo, que eleva a distribuidora sergipana a outro patamar de importância no cenário do gás natural canalizado no Brasil. “Além disso, é importante destacar que para poder realizar a movimentação desse volume de gás, a companhia investiu cerca de R$ 2,8 milhões na construção da infraestrutura necessária”, completa Valmor Barbosa.  Desde o dia 18 de dezembro de 2020 a Sergas já fornecia gás natural canalizado à Unigel Agro SE, através de contrato interruptível, para comissionamento e teste da planta industrial.

A Unigel é uma das maiores empresas petroquímicas do Brasil, com posição de liderança na produção de acrílicos e estirênicos. A empresa, que atende diversos mercados, tais como eletrodomésticos, bens de consumo, construção civil, embalagens, mineração e agricultura, assumiu a operação das fábricas de fertilizantes da Bahia e de Sergipe, arrendadas da Petrobras pelo prazo de 10 anos.

“A Unigel irá suprir uma demanda importante de insumos para agricultura, pecuária e indústria nacional, que hoje depende da importação de outros países, retomando a produção de amônia, ureia e sulfato de amônio”, destaca Roberto Noronha Santos, CEO da Unigel. Com a retomada das fábricas, a empresa também reforça a própria competitividade no segmento de Acrílicos, uma vez que parte da amônia produzida nessas unidades também deixa de ser importada. “A Unigel Agro contribuirá para a geração de empregos nos Estados de Sergipe e da Bahia e pode fortalecer ainda mais a competitividade do agronegócio brasileiro”, completa Noronha.

Apoio do Governo de Sergipe

A retomada de operação da antiga Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados de Sergipe só está sendo possível graças ao trabalho constante do Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico, da Ciência e Tecnologia (Sedetec). Desde a sinalização de interesse do grupo Proquigel/Unigel na unidade, gestores e técnicos da pasta não mediram esforços e mantiveram um constante diálogo com os empresários, a fim de estabelecer condições que tornassem o negócio viável.

“A Fafen mobilizava um grande polo industrial, movimentando uma cadeia de atividades econômicas na região do seu entorno. A hibernação foi uma grande perda, mas temos hoje, graças a um trabalho contínuo desempenhado pelo Governo do Estado, a certeza da sua retomada, e, com isso, o retorno de muitos negócios para a região de Laranjeiras. Esta é uma vitória de todo o Estado”, pontua o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas.

As contribuições do Governo de Sergipe foram muitas. Além de diversas negociações visando a redução dos custos de suprimento de água junto à Companhia de Saneamento de Sergipe (DESO), tarifa de movimentação do gás, o Governo apoiou a gestão da Unigel  junto à ANP e fornecedores e transportadores de gás e foi célere na aprovação dos incentivos fiscais através do Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI). Outro compromisso firmado foi a realização de melhorias na rodovia SE-211, onde se localiza o acesso à fábrica. “Procuramos articular as diversas esferas do Governo, bem como outras instituições com as quais temos um diálogo aberto, e o resultado será celebrado em breve, com a plena retomada das atividades desta planta tão importante para Sergipe”, finaliza o secretário do Desenvolvimento Econômico de Sergipe, José Augusto Carvalho.

Fonte e foto assessoria