01/02/21 - 05:31:35

CARREATA PELO FORA BOLSONARO REÚNE 250 CARROS E MOTOS EM ARACAJU

Junto com os protestos pelo Stop Bolsonaro Mundial, a cidade de Aracaju construiu uma Carreata com mais de 250 carros e motos, na manhã deste domingo, dia 31 de janeiro.

Saindo da Orlinha do Bairro Industrial pela Avenida Beira Mar, a Carreata atravessou o Bairro 13 de Julho e seguiu para a Coroa do Meio, levando a mensagem do Fora Bolsonaro por toda a cidade.

Ainda na concentração, o presidente da CUT Sergipe, Roberto Silva, falou sobre o significado deste dia.

“O Fora Bolsonaro se tornou um protesto internacional pelo seu significado. Fora Bolsonaro, o genocida, o destruidor de direitos da classe trabalhadora! Fora Bolsonaro que nao tem amor à vida do povo brasileiro, Fora Bolsonaro já!”, discursou o presidente da CUT Sergipe, Roberto Silva.

Wendell Leite do Conselho Fiscal do Sindisan (Urbanitários) levou a família para a Carreata em Aracaju e ficou impressionado com o apoio da população durante o percurso.

“O Brasil não aguenta mais a política genocida do governo Bolsonaro. Por isso a carreata teve tanto apoio da população que foi pra janela, bateu panela mesmo em bairros como a 13 de Julho, que tem eleitores de Bolsonaro. Pessoas pedindo adesivo, bandeira… Muitos carros entrando na carreata durante o percurso. Espero que daí por diante, o movimento cresça e se fortaleça até que Bolsonaro saia do Planalto escorraçado. Ele e seus asseclas”, avaliou Wendell.

O carteiro Edvânio Gomes integra a diretoria colegiada do SINTECT/SE (Sindicato dos Correios), ele participou da Carreata e falou do sofrimento do povo brasileiro.

“Foi uma carreata muito boa, com participação popular. Voluntariamente as pessoas se somaram à carreata que foi crescendo muito ao longo do percurso. Isso demonstra que as pessoas estão abrindo os olhos. E mesmo quem se iludiu com Bolsonaro e acreditou que ele era um salvador, agora está vendo que este é um governo que pratica uma política genocida, fascista e além de tudo só pensa em tirar direitos dos trabalhadores”, criticou.

O sindicalista denunciou o desmonte de empresas públicas. “Com Bolsonaro, temos uma política de desemprego e desmonte de empresas públicas como Correios, Banco do Brasil, Caixa e Petrobras. É um desmonte completo, é vergonhoso. Como pode um político brasileiro trabalhar para destruir as empresas públicas? Entregar nosso patrimônio nas mãos de empresas particulares? Por isso estamos juntos para gritar cada vez mais forte: Fora Bolsonaro!”, protestou.

O secretário de Eventos do SINTECT/SE, Márcio Maia, fez um desabafo. “Sou trabalhador dos Correios, estamos sofrendo muito com a política de Bolsonaro que quer a todo o custo privatizar nossa empresa. Somos contra e sempre seremos…”

Para Márcio, o apoio crescente da população ao Fora Bolsonaro é uma importante conquista. “O ato de hoje nos trouxe esperança, a população nos motivou pelo Fora Bolsonaro por onde a gente passou. O povo está acordando e só temos a intensificar esse movimento pelo fora Bolsonaro, fora esse governo fascista! Merecemos respeito, essa pandemia tem que ser encarada com responsabilidade, pois pessoas estão morrendo, temos recorde desemprego, o país está sem controle”.

O ato pelo Fora Bolsonaro aconteceu em todos os estados brasileiros, além de 54 cidades da Alemanha, Bélgica, Canadá, Estados Unidos, Espanha, França, Holanda, Itália, Portugal, Reino Unido, República Dominicana, Suécia, Suíça e Uruguai.

Por Iracema Corso

Foto assessoria