01/02/21 - 06:16:47

Maternidade Santa Isabel garante que recém-nascidos sejam vacinados antes da alta

Um termo de cooperação entre o Hospital e Maternidade Santa Isabel e a Secretaria Municipal de Saúde de Aracaju reforça uma ação que já vem sendo executada naquela unidade de saúde. Com o termo, a instituição garante melhores condições de acolhimento das profissionais (enfermeiras e técnicas de enfermagem) do Projeto Corujinha. O objetivo do projeto é reduzir a mortalidade infantil, já que permite que todas as crianças nascidas vivas saiam da maternidade com as duas primeiras vacinas do calendário tomadas.

“O Hospital Santa Isabel é o nosso parceiro, principalmente nesse processo de promoção à saúde. A vacina é uma estratégia importante da saúde pública, prevenindo as doenças, principalmente, as iniciais, visto que os bebês nascem sem uma imunidade pré-determinada. Hoje, no Brasil, a gente lida com um movimento antivacinal muito grande e é de extrema importância que a criança já nasça e seja introduzida, junto com a família, às informações relacionadas ao processo das vacinas”, explicou o secretário adjunto da Saúde do município, Carlos Noronha. Essas primeiras vacinas são a BCG e a primeira dose da Hepatite B.

Através da parceria, a maternidade implantou uma sala nova para o trabalho de vacinação, com um ambiente climatizado, banheiro privativo e equipamentos. As “Corujinhas”, como são conhecidas as profissionais que fazem parte do projeto, conheceram e aprovaram a sala recém-inaugurada e equipada para receber e preparar as vacinas.

Neide Cruz é Corujinha e conta que ao longo desses nove anos como servidora do município, conheceu histórias de pessoas que morriam por doenças que ainda não foram erradicadas no país, como a coqueluche e sarampo, e que projetos como esse são importantes para a população. “Eu tenho quase nove anos de prefeitura. Esse projeto é muito importante porque já vi pessoas morrendo de doenças que ainda não foram erradicadas. Então, vacinar esses bebês ainda na maternidade é muito importante. Estou há um ano e dez meses aqui no Santa Isabel e tem sido uma experiência gratificante e nova para mim. Agradeço esse acolhimento e à Prefeitura que sempre está nos atendendo, pois esse projeto é importante demais para a sociedade e, principalmente, para nossas crianças que estão nascendo”, comemorou.

POR ASCOM/HSI