01/02/21 - 16:36:08

SMS define as orientações para o enfrentamento à pandemia

Gestores da Secretaria Municipal da Saúde de Aracaju participaram, nesta segunda-feira, 1º, de videoconferência com o Ministério Público de Sergipe (MPSE), Federação dos Estabelecimentos de Ensino do Estado de Sergipe (Fenen-SE) e autoridades sanitárias para tratar de orientações e estratégias de enfrentamento à pandemia da covid-19 no âmbito escolar.

Foi observado pelo Ministério Público, por meio de denúncias dos pais, que algumas escolas estavam procedendo de formas diferentes quando em casos suspeitos dentro da unidade de ensino, como também sobre o isolamento para o acompanhamento e rastreamento das crianças, adolescentes, professores e colaboradores. Sendo detectados casos confirmados, a testagem é necessária das pessoas que tiveram contato com o aluno, para evitar ao máximo à disseminação do vírus entre a comunidade escolar.

“No que compete ao trabalho de fiscalização do cumprimento das medidas, a SMS já vem atuando, por meio da Rede de Vigilância Sanitária [Revisa], visitando os estabelecimentos de ensino da capital. Desde a publicação do decreto estadual que autoriza a retomada das aulas presenciais, já foram vistoriadas 78 escolas”, explica a diretora Vigilância e Atenção à Saúde, Taise Cavalcante.

Ainda segundo Taise, a equipe verifica o cumprimento das medidas sanitárias, de distanciamento social, higienização das mãos e dos ambientes. Em relação ao uso de máscaras, as pessoas da comunidade escolar estavam utilizando máscaras, e os funcionários seus respectivos equipamentos de proteção individual.

Inspeção

“Vale destacar que, em todas as escolas fiscalizadas, as medidas sanitárias estão sendo realizadas, como o distanciamento na sala de aula, entre os alunos e professores, um distanciamento de no mínimo 1,5m com higienização constante de carteiras, corrimão de escadas e todos os artigos de uso coletivo. A higienização dos equipamentos está sendo feita com álcool 70% ou outra substância sanitizante. E que nenhuma irregularidade foi encontrada nas escolas”, enfatiza.

Ficou acertado com o MP que a Secretaria da Saúde de Aracaju irá fazer uma Nota Técnica de orientação de casos suspeitos ou confirmados no âmbito escolar para que todos adotem a mesma postura. Será uma nota técnica para escolas públicas e privadas.

De acordo com a infectologista da SMS, Fabrizia Tavares, o MPE trouxe pontos importantes tentando sanar a questão da angústia dos pais, em relação à conduta do que fazer sobre a identificação de casos suspeitos dentro das escolas.

“Foi uma discussão interessante com o objetivo de esclarecimento e na solicitação da Vigilância Epidemiológica, para formular uma nota técnica orientando as escolas, que têm autonomia para buscar assessorias técnicas em infectologia para poder orientar, as condutas a serem feitas, o que muitos colégios já estão fazendo. O MP constatou também que existem escolas menores, que precisam de mais informações. Nesta Nota, vamos orientar a Federação dos Estabelecimentos de Ensino de Sergipe (Fenen/SE), como as escolas devem obedecer estas orientações padronizadas”, afirma.

Fonte e foto assessoria