02/02/21 - 06:02:03

Energisa reforça cuidados com construções e realiza inspeções para evitar acidentes

Pesquisas demonstram que, com a gradual retomada da economia, deve ocorrer um aumento do número de obras e reformas, demandado pelos mercados residencial e comercial. Por isso, tanto quem atua em reformas e construções, quanto quem contrata trabalhadores para esta finalidade, precisa estar atento aos procedimentos de segurança para evitar colocar em risco a vida das pessoas contratadas e sob a sua respectiva responsabilidade.

Não obedecer ao distanciamento necessário da rede elétrica pode ocasionar choques, queimaduras, fraturas por quedas, sequelas definitivas e até morte do profissional contratado. Por essas razões, os profissionais da Energisa atuam em inspeções, orientando e notificando os proprietários e/ou responsáveis pelas obras e edificações que configuram situação de risco por possuir distância inferior a 2 metros em relação à rede elétrica, que contraria o que é  estabelecido pelas normas de segurança.

Em 2020, ano em que as construções civis passaram por uma interrupção devido à pandemia, a Energisa registrou uma redução de 39% no número de notificações a obras e edificações em relação a 2019. Apesar do número de incidentes com obras e construções próximas à rede elétrica ter diminuído, diversas situações de risco continuam sendo encontradas pelas equipes da Energisa.

“Quando nossas equipes encontram situações de risco, além de orientar os profissionais, se for necessário recomendamos paralisar a obra até que o proprietário/responsável pela obra siga as orientações para eliminar a situação de risco de acidente envolvendo a rede elétrica”, explica o coordenador de Saúde e Segurança da Energisa Sergipe, Robson Jezler.

Outra preocupação é em relação ao uso adequado de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e de materiais metálicos como vergalhões, barras de ferro, arames e ao manobrar caminhões perto da rede elétrica. Nestes casos, é necessário verificar a altura do caminhão e da rede e evitar descarregar materiais debaixo da rede elétrica. “A cautela também deve ser na montagem de andaimes e utilização de escadas, pois as estruturas podem ser condutoras de energia e causar choque elétrico”, completa Robson.

Intervenções na rede 

As atividades que envolvem energia elétrica devem ser realizadas de forma segura e responsável, por profissionais qualificados e autorizados. Subir em postes, trocar transformadores, fazer instalação de medidores, manobrar chaves seccionadoras na rede de energia são serviços atribuídos exclusivamente às equipes da Energisa, pois são treinadas constantemente para desenvolver o trabalho com segurança.

Confira outras ações que são proibidas de serem realizadas na rede de energia ou próximas a elas: 

  • Instalar câmeras de vigilância, placas publicitárias, cabos de rede de internet e demais equipamentos particulares nos postes;
  • Instalar, retirar ou adulterar medidores de energia;
  • Realizar pintura de fachadas improvisando extensores no rolo de pintura;
  • Instalar qualquer tipo de cobertura sobre os cabos da rede elétrica;
  • Fazer cercas ou alambrados sob a rede elétrica sem aterramento e/ou seccionamento;
  • Subir em transformadores ou estruturas de rede de energia. Somente as equipes da concessionária estão habilitadas a fazer intervenções no sistema.

Sempre que houver for necessária alguma interferência na rede elétrica, a Energisa deve ser acionada por meio do aplicativo para celular ‘Energisa On’, da assistente virtual Gisa, (79) 98101-0715, pelo site www.energisa.com.br ou pelo Call center 0800 079 0196.

Foto assessoria

Por Regiane de Andrade Sa