05/02/21 - 06:29:10

Lei Aldir Blanc: oficinas de fotografia e artesanato estão com inscrições abertas

A Prefeitura de Aracaju realiza durante todo este mês oficinas, workshops e cursos abrangendo áreas da arte, cultura, economia criativa entre outras temáticas. A iniciativa, coordenada pela Fundação Cultural de Aracaju (Funcaju), faz parte do conjunto de ações executadas a partir da execução dos recursos da Lei Emergencial da Cultura Aldir Blanc (LAB), em Aracaju.

Já nesta próxima segunda-feira, dia 8, terá início o Workshop de Fotografia e Educação Patrimonial. O curso será online e acontece até o dia 19 de fevereiro, sempre das 9h às 11h. Durante o curso, serão ministradas aulas básicas de fotografia, conceitos de educação patrimonial, fotografia documental e sobre a importância da valorização e preservação do meio em que vivem. O objetivo é formar e preparar pessoas para iniciar no mercado de trabalho de forma consciente de suas responsabilidades sociais.

Pensando na segurança de todos e respeitando os protocolos de saúde, o curso/workshop será totalmente online, ao vivo e transmitido através das plataformas Zoom ou equivalente, a ser confirmada próximo ao dia da primeira aula. Para se inscrever, é necessário que o participante seja morador de Aracaju, tenha mais de 15 anos de idade e acesso a um computador ou smartphone com internet. As inscrições deverão ser realizadas até o dia da primeira aula (8), pelo link https://cutt.ly/rkkfzZt.

Oficina de bonecas de pano
Entre os dias 17 e 26 de fevereiro será realizada a oficina “Bonecas de Pano de Outro Mundo”. O aprendizado consiste em ensinar a população a fazer bonecas de pano e, consequentemente, reforçar a ancestralidade da população negra para os inscritos. O curso vai encerrar suas inscrições no próximo dia 10 e foi contemplado no edital Janelas para as Artes LAB, promovido pela Funcaju, na categoria Ações Culturais Afirmativas e Cidadania.

As bonecas de pano fizeram parte da infância de grande parte das crianças, principalmente nos anos 1940 e 1950. Não só por diversão, mas, até nos dias atuais, essas bonecas são utilizadas desde como um objeto de decoração em espaços infantis até como uma espécie de “porta-agulhas” para as costureiras, além de ser uma ferramenta para aumentar a renda familiar, tornando, assim, um objeto tradicional que resiste no presente.

A provedora do curso, Valéria Machado, fala sobre a importância do Bonecas de Pano de Outro Mundo para a sociedade. “Costurar é um daqueles fazeres gostosos que ocupa a mente e o coração. Para Câmara Cascudo, no Dicionário do Folclore Brasileiro (1969), as bonecas de pano não são meras mercadorias, são documentos expressivos da arte popular e carregam em si os valores, a estética, as questões sociais de seu tempo histórico. Enquanto pensamos no projeto a ser feito, nas cores, tecidos e aviamentos, estamos estimulando áreas importantes do nosso cérebro. Todos nós temos talentos artísticos. E há hobbys que podem – com dedicação e estudo – se converter em uma forma interessante para aumentar a renda familiar”, destaca a provedora.

A oficina terá seis aulas online de 2h cada, entre os dias 17 e 26 de fevereiro. Os interessados devem se inscreve pelo link https://cutt.ly/RkkhH0n ou através do perfil do Instagram (@outromundobonecas). Para o curso, é necessário: tesoura, retalhos de tecidos, aviamentos, muita paciência e disposição. A oficina de Bonecas de Pano de Outro Mundo ocorrerá no formato de reuniões online (pelo Zoom ou Google Meet). Cada pessoa, até o limite de 30, por ordem de inscrição, receberá um KIT de Outro Mundo, com material básico para a oficina.

A categoria Ações Afirmativas e Cidadania, além do Bonecas de Pano de Outro Mundo, conta com 11 projetos contemplados no único eixo, denominado Categoria, Módulos e Premiações.