Aracaju, 18 de julho de 2024
Search

Seu Arivaldo, o homem que fechou a BR-101 em Sergipe

19

Por Adiberto de Souza *

O empresário e desportista sergipano Arivaldo Carvalho era um amante do automobilismo. Um dos fundadores da TV Sergipe, ele deu valiosas contribuições para o fortalecimento do esporte. Foi integrante do Aeroclube de Aracaju e fundador e maior incentivador do kartismo no estado. Contudo, o grande feito deste sergipano, que morreu em 2022, aos 98 anos de idade, foi conseguir o fechamento ao tráfego de veículos de um longo trecho da BR-101 para promover uma corrida de carros.

O piloto Arivaldo, após vencer a corrida de ponta a ponta

Vale ressaltar que, no início da década de 60, quando o kartismo passou a ser praticado em Aracaju, seu Arivaldo ia constantemente a Salvador buscar combustível para abastecer os karts. À época, as provas eram realizadas em via pública, com a pista sendo demarcada por pneus. Só bem depois é que surgiu o kartódromo, construído por um grupo de abnegados na Avenida Maranhão, ao lado do Aeroclube.

A corrida

Seu Arivaldo também integrou o Aeroclube de Aracaju

Em 1968, seu Arivaldo conseguiu um feito até hoje não repetido: interromper o tráfego normal de veículos na BR-101, no trecho entre Cristinápolis e Aracaju, para promover uma corrida de carros.

O empresário contou que só conseguiu autorização para fechar os cerca de 100 quilômetros da rodovia federal graças ao apoio do então governador Lourival Baptista. Segundo ele, que à época era delegado para Sergipe e Bahia da Confederação Brasileira de Automobilismo, qualquer automóvel podia participar da competição. Não havia regra definida: era fé em Deus e pé na tábua!

“Inscreveram-se 12 carros, porém só quatro cruzaram a linha de chegada, na entrada de Aracaju. Entre eles estava o meu Aero Willys, que liderou a corrida de ponta a ponta”, recordou o piloto, satisfeito. Não houve premiação em dinheiro, mas o troféu de campeão foi entregue a seu Arivaldo pelo próprio Lourival Baptista, em pomposa solenidade na frente ao Palácio Olímpio Campos, ali na Praça Fausto Cardoso, centro de Aracaju. Supimpa!

* É editor do site Destaquenotícias

Leia também