Aracaju, 18 de julho de 2024
Search

Hemose intensifica captação de doadores de plaquetas

2525cae29a6129c943756807b80e5b8e

De janeiro a maio de 2024 a unidade registrou 89 doações plaquetaferese

O Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) trabalha para ampliar as doações de plaquetas pelo método de aférese. O componente sanguíneo é bastante utilizado para pessoas em tratamento oncológico, cirurgias cardíacas, além de vítimas de traumas. Atualmente, o Hemose possui um cadastro com 235 doadores que atendem os requisitos para realizar a plaquetaferese. De janeiro a maio de 2024, o Hemocentro registrou 89 doações de plaquetas. A meta é atingir 30 doações ao mês.

Para promoção e ampliação desse tipo de doação, a gerência de Captação do Hemocentro trabalha buscando novos candidatos. Inicialmente é feita uma avaliação do histórico de doações de sangue, além de um hemograma para contagem de plaquetas. “Conversamos com os doadores, explicamos o passo a passo do procedimento e o público que o serviço beneficia. A pessoa também precisa apresentar acima de 160 mil plaquetas no resultado do exame de hemograma para se tornar um doador de plaqueta por aférese”, detalhou a assistente social Anabela Maurício de Santana.

Doador de sangue e plaquetas

O professor Leury Max da Silva Chaves, de 30 anos, é doador de sangue total e aceitou o convite para fazer doação de plaquetas por aférese para ajudar outras pessoas. “O pessoal falou comigo um dia enquanto fazia minha doação normal. Eles me mostraram o equipamento e explicaram todo o processo. Decidi aceitar, devido à necessidade de pacientes que utilizam as plaquetas nos tratamentos. Todo o procedimento é muito seguro”, disse Leury.

Procedimento

A doação por aférese é um método de separação dos componentes do sangue, realizado com o auxílio do equipamento aférese. A pessoa é conectada através de um kit estéril e descartável ao equipamento (aférese), que realiza a seleção dos componentes do sangue, faz a centrifugação e separação.

Durante o processo, as plaquetas ficam retidas na bolsa e os demais componentes do sangue retornam ao doador pelo mesmo acesso venoso. A técnica é segura e a doação dura em média uma hora e meia e, por isso, deve ser agendada.

Requisitos

Qualquer pessoa que já faz a doação de sangue convencional pode efetuar a doação de plaquetas por aférese. Para isso, basta estar bem de saúde, ter mais de 1,60 de altura e pesar mais de 60 quilos. O serviço é previamente agendado junto ao Serviço Social do Hemose, por meio dos telefones: (79)3225-8039 e 3259-3174.

Fonte e foto ASN

Leia também