Aracaju, 26 de fevereiro de 2024

“O SUS não realiza biópsia de câncer de próstata em Sergipe”, denuncia Elber

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
image_large

A situação de pacientes com câncer de próstata foi pauta no discurso do vereador Elber Batalha (PSB) na sessão da última quarta-feira, 7, na Câmara Municipal de Aracaju (CMA). Relatando o caso de um amigo que descobriu recentemente a doença, ele denunciou que não é possível fazer uma biópsia, nesses casos, através do Sistema Único de Saúde (SUS), em Sergipe.

Com o diagnóstico, os homens que precisam desse exame mais detalhado para iniciar o seu tratamento, estão sofrendo sem a assistência rápida. De acordo com Elber, os casos com dificuldades não estão apenas na capital. “A biópsia custa simplesmente R$ 1.400 no lugar mais barato em Aracaju. Nos juntamos com amigos, pagamos e o tratamento do nosso amigo vai evoluir. Mas, no interior do estado, pessoas fazem rifas para conseguir realizar as suas. Colocam galinha, carneiro e outras coisas para com o valor arrecadado, finalmente pagar o que necessita”, contou.

Ele fez questão de sugerir uma solução para o município e o estado. “Isso é absurdo. Num país em que existe o SUS, que é considerado o maior sistema público de saúde. Por isso, fiz indicação ao governador Fábio Mitidieri e ao prefeito Edvaldo para que esse serviço seja integrado à rede pública do estado de Sergipe”, declarou.

Por fim, ele convocou os colegas vereadores a destinar também as suas emendas para essa questão. “Conclamo algum colega vereador também, que tenha aportado recursos das emendas parlamentares para exames, para se somar. Eu, particularmente vou encaminhar R$ 200 mil, caso seja possível ser pela rede municipal, para as primeiras condições de realização dessa biopsia”, concluiu.

Foto Gilton Rosas

Anna Paula Aquino

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Leia também