Aracaju, 26 de fevereiro de 2024

Parceria entre Sergas, Agrese e Hemose promove mutirão de doação de sangue

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
6412fd34-bd3a-483c-94fd-5fb56c0bb043

Trabalhadores doaram 49 bolsas de sangue; também houve cadastros para doação de medula óssea

Nesta terça-feira, 6, a Sergipe Gás (Sergas) realizou a campanha ‘Salvando vidas’, unindo trabalhadores para um ato solidário: a doação de sangue. A solidariedade resultou na doação de 49 bolsas de sangue com 60 pessoas cadastradas e três cadastros para doadores de medula óssea.

Participaram da ação trabalhadores da Sergas, da Agência Reguladora dos Serviços Públicos do Estado de Sergipe (Agrese), do Consórcio TK, da Hidrogás Instalações Hidráulicas e de Gás Ltda e do Laborar Recursos Humanos Ltda.

A logística e a captação foram realizadas em parceria com o corpo técnico funcional da Fundação de Saúde Parreiras Hortas (FSPH), por meio do Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) e, no processo de inspeção e autorização, participou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), por intermédio da Hemovigilância.

Doação salva vidas

Além de ser um ato humanitário de grande importância para o funcionamento das unidades de saúde de Sergipe, a doação de sangue é fundamental para salvar vidas. Por essa razão, há vários anos a Sergas realiza a campanha de doação espontânea entre funcionários.

Entre as novidades deste ano está a parceria com o Hemose para envolver também os funcionários da Agrese e empresas terceirizadas. Além disso, a parceria também possibilitou a modificação do local de doação para tornar o processo ainda mais acessível.

Para receber os doadores, o Hemose montou uma unidade de coleta externa na sede da Sergas, oferecendo conforto e comodidade aos trabalhadores que participaram da ação.

Grande adesão

O diretor presidente da Sergas, José Matos, destacou a grande adesão à campanha. “Tivemos a felicidade em termos os nossos convites às doações aceitos por todos. O resultado é essa grande quantidade de doadores, que com certeza ajuda a estabilizar os estoques de hemoderivados do hemocentro de Sergipe. Esta ação se soma a várias outras ações de responsabilidade social que a Sergas realiza em prol da sociedade sergipana”, disse.

A presidente da Fundação de Saúde Parreiras Hortas, Luciana Dedá, fez um agradecimento a todos os funcionários do Hemose e aos doadores. “Estamos imensamente gratos e felizes por essa ação que acontece na sede da Sergas. O grande número de doadores ajuda a estabilizar os nossos estoques de hemoderivados, principalmente nesse período pré-carnavalesco onde a demanda sempre aumenta”, ressaltou.

Doadores

O diretor técnico e comercial da Sergas, Álvaro Moraes, ficou entusiasmado com a ação e foi o primeiro a doar sangue, abrindo a campanha. “A Sergas realiza todos os anos essa doação de sangue e um dos nossos valores é ‘a vida em primeiro lugar’. A companhia procura produzir na prática o alinhamento da missão, visão e valores, realizando várias ações de responsabilidade social. Essa é mais uma ação de grande relevância”.

Um dos voluntários e doadores, o diretor de Câmara da Agrese, Douglas Costa, que já é doador de sangue há muito tempo, considera que a ação desenvolvida pela Sergas em parceria com outros colaboradores, incluindo a Agrese, é de grande importância, porque em períodos de festas populares a demanda é muito maior. “Espero que essa ação sirva de exemplo para outras corporações”, considerou.

O gerente da Gerência Administrativa e de Suprimento, Nelson Tavares, afirma que a ação tem importância e função social para a sociedade sergipana. “Ciente da necessidade, sobretudo em períodos festivos, a companhia desenvolver uma campanha como essa representa um ato de amor e solidariedade ao próximo. Há quatro anos que passei a fazer doação de sangue, que me deixa muito gratificado em poder ajudar as pessoas que necessitam”.

O mecânico da empresa Consórcio TK Matheus de Oliveira, prestadora de serviços da Sergas, ficou ansioso para fazer logo a sua doação, pois foi a sua estreia como doador de sangue. “Há algum tempo já tinha a intenção de ser doador de sangue e essa oportunidade caiu como uma luva. Considero muito importante a ação humanitária da doação de sangue e pretendo continuar para sempre doando”, afirmou Matheus.

Para o técnico operacional da Sergas Magno Santos, a campanha o estimulou a ser doador. “Esse momento de doação de sangue é sempre especial para mim. Iniciei a minha vida como doador de sangue nas campanhas de doação desenvolvidas pela Sergas e, desde a primeira doação até o hoje, sempre participo porque considero de muita relevância esse ato de solidariedade”, finaliza.

Foto assessoria

Por José Castilho

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Leia também