Aracaju, 18 de agosto de 2022

Governo do Estado de Sergipe paga a parcela do mês de dezembro do Cartão Mais Inclusão

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Voltado para aquisição de alimentos para 20 mil famílias, benefício segue prorrogado até janeiro de 2022 para modalidades emergenciais

Desde a última quinta-feira (09), já está disponível a parcela de dezembro para os beneficiários atendidos pelo Cartão Mais Inclusão – CMais. Creditado antecipadamente pelo Governo de Sergipe, o benefício pode ser utilizado para a aquisição de alimentos em qualquer estabelecimento da rede credenciada Banese. Através da Secretaria de Estado da Inclusão e Assistência Social (Seias), foram investidos R$ 2.686.340.00 nesta parcela do programa, para aproximadamente 20 mil famílias em situação de extrema pobreza. O CMais segue prorrogado até janeiro de 2022 para as modalidades emergenciais, com reajuste no valor do benefício, incluindo o CMais Permanente.

A prorrogação do CMais contemplou a continuidade do pagamento – que encerraria em outubro – para os meses de novembro, dezembro e janeiro, para as modalidades emergenciais. A medida foi proposta pelo Governo de Sergipe, através de Projeto de Lei aprovado pela Assembléia Legislativa de Sergipe (Alese). A Lei nº 8.922 também reajustou o benefício mensal, que desde o mês de novembro passou a ser de R$130 para 9 mil famílias beneficiárias do CMais Emergencial e 6 mil do CMais Permanente. Os 5 mil beneficiários que integram o grupo de Cmais Apoio Emergencial para trabalhadores informais e autônomos seguem recebendo R$200.

O diretor de Inclusão Produtiva e Cidadania da Seias, Ricardo Mascarello, ressaltou a atuação do Governo de Sergipe para garantir a segurança alimentar das famílias em situação de extrema pobreza. “Foi um esforço para que o Estado conseguisse essa prorrogação e estamos muito felizes por antecipar o pagamento, que seria na data do dia 10. Neste momento tão importante em que as famílias têm passado muita necessidade, a gente reforça a importância do programa de transferência de renda para a alimentação de tantos cidadãos e cidadãs”, enfatizou Ricardo.

No total, o Governo de Sergipe já investiu mais de R$41 milhões no Programa, que está em vigor desde o início da pandemia, em abril de 2020. Ao longo de sua existência, o CMais buscou atender às famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica, em razão da continuidade da pandemia e de seus efeitos sociais e econômicos no estado. O CMais contempla 6 mil beneficiários na modalidade Permanente e mais 14 mil beneficiários nas modalidades Emergencial e Apoio Emergencial, totalizando 20 mil beneficiários em todo o estado de Sergipe.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Leia também