Aracaju, 18 de agosto de 2022

Belivaldo: “Sergipe está preparado para honrar a posição de grande produtor de petróleo no Brasil”

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Nesta quarta-feira (15), o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, participou, por meio de videoconferência, da abertura do Programa de Revitalização da Atividade de Exploração e Produção de Petróleo e Gás Natural em Áreas Terrestres – Mesa Reate 2020 Sergipe.

O evento tem o objetivo de aumentar a competitividade da indústria petrolífera onshore nacional (produzem seu negócio no país de origem). É um momento de as instituições alinharem discursos e prestarem contas sobre as ações e metas ligadas ao setor, com o intuito de superar desafios e desenvolver um ambiente de negócios favorável.

Em seu pronunciamento, o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, destacou o potencial energético do estado para atração de investimentos. “Temos uma tradição histórica nesta área, somos um estado privilegiado por ter petróleo e gás natural, tanto em terra quanto no mar, e estamos fazendo nossa parte para criar um ambiente favorável para a melhor utilização destes recursos. Seja na nossa infraestrutura ou nas questões regulatórias, nos adaptando de forma pioneira aos novos marcos como a nova Lei do Gás. Sergipe está preparado para honrar a posição de grande produtor de petróleo e como nova Estrela do Gás do Brasil”, pontuou Belivaldo Chagas.

A Mesa Reate 2020 Sergipe é uma realização do Ministério de Minas e Energia (MME) e da Secretaria de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do Governo Federal, com apoio e participação do Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec). O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Sergipe (Sebrae/SE) também compõe a parceria.

Para o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia, José Augusto Carvalho, a Mesa fortalece a articulação local em todos os eixos que estruturam a cadeia de petróleo e gás natural. “É um momento de somar forças para superar desafios e estabelecer estratégias coletivas. Nesse sentido, o Governo de Sergipe vem se esforçando não só para atrair investimentos para o setor, mas também para criar um ambiente sustentável e competitivo do ponto de vista regulatório, tributário e estrutural. A Mesa Reate é um momento de expor o que vem sendo feito, e também de reafirmar compromissos e apresentar planejamentos para os próximos anos”, declarou.

A ação faz parte do Programa de Revitalização das Atividades de Exploração e Produção de Petróleo e Gás Natural em Áreas Terrestres. A partir da conclusão das atividades do Comitê Executivo do Reate 2020, foram instituídos fóruns estaduais, intitulados Mesa Reate, que visam promover a interlocução entre entes federais, estaduais, empresas e governança. Até o momento, já foram realizadas cinco edições da Mesa nos estados do Rio Grande do Norte, Bahia, Espírito Santo, Alagoas e Amazonas.

Após a contextualização do atual panorama do segmento no estado, a programação seguiu com a apresentação de respostas aos desafios regionais. O momento consiste na exibição de propostas de trabalho elaboradas por diferentes entidades como forma de atender às demandas de nove temas estratégicos (Bens e Serviços; Logística; Mercado; Financiamento; Mercado e Marketing; Regulação; Licenciamento ambiental; Superficiários; Outros).

Participaram da videoconferência o secretário de Petróleo, Gás e Biocombustíveis, Rafael Bastos, representando o ministro Bento Albuquerque (MME); a diretora da Agência Nacional de Petróleo (ANP), Symone Araújo; gerente de Petróleo, Gás e Naval da Firjan, Karine Fragoso; a diretora de Estudos de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (EPE), Heloísa Borges; o gerente-geral da UN-SEAL (Petrobras), Rogger Pereira; vice-presidente da Organização Nacional da Indústria do Petróleo (ONIP), Márcio Félix; o diretor-superintendente do Sebrae-SE, Paulo do Eirado, dentre outras autoridades.

Foto: Mário Sousa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Leia também