Aracaju, 26 de fevereiro de 2024

Sergipe irá sediar evento nacional sobre modernização da gestão fiscal

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
slide_c91c97aa56c92473e610585aaa310497

Sergipe foi escolhido pela segunda vez para sediar um encontro da Comissão de Gestão Fazendária (Cogef), evento que reúne representantes das Secretarias de Estado da Fazenda, do Ministério da Fazenda e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para debater soluções de modernização da gestão fiscal em todo o país.

O encontro em território sergipano será promovido de 6 a 8 de março de 2024, em Aracaju. O anúncio foi feito neste final de semana durante a 58ª reunião da Comissão, realizada em Vitória (ES).

A Cogef, criada no âmbito do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), tem por objetivo coordenar e harmonizar os aspectos técnicos dos programas de especialização do gerenciamento das questões fiscais do país. Além disso, ela promove e articula o desenvolvimento de ações de cooperação e integração entre os fiscos, com o compartilhamento de soluções e produtos, o intercâmbio de experiências e a gestão do conhecimento.

Para a secretária de Estado da Fazenda, Sarah Tarsila, a escolha se deu pelo caráter proativo de Sergipe na construção de novas políticas tributárias. “É uma prova do reconhecimento pelo papel que a Sefaz tem prestado nas discussões fiscais e na liderança que estamos tendo nas pautas tributárias. É uma honra poder sediar esse evento e estamos preparando tudo para recebê-lo”. A última vez que Sergipe recebeu a Cogef foi em agosto de 2014.

Reunião em Vitória

Durante a reunião em Vitória, a Sefaz esteve representada pelo gerente de Gestão de Políticas de Tecnologia da Informação, Fábio do Valle Librelon, pelo superintendente de Tecnologia da Informação, Guilherme Alves Passos, assessor Fazendário  Marcos Vinicius Oliveira Veloso Furtado e o coordenador técnico da Unidade de Coordenação de Programas, Yuri Vincenzo Gentili.

Eles participaram de uma série de debates sobre temas voltados à tecnologia da informação e estudos das finanças estaduais, utilização de sistemas de inteligência analítica na gestão de processos e em ações de fiscalização.

Foto: Ascom Sefaz

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Leia também