Aracaju, 1 de agosto de 2021

PREFEITURA DE PROPRIÁ QUER ENFRAQUECER O SINDISERVE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Por: Iracema Corso

Em ofício assinado pelo secretário de Administração do município, a Prefeitura Municipal de Propriá comunicou nesta terça-feira, 12/04, que os diretores do SINDSERVE PROPRIÁ Cláudio Herculano, Jailton Santos Moraes e Wagner Carvalho não estão mais cedidos para o exercício do mandato sindical e têm o prazo de 48h para retornarem às atividades na Prefeitura.

A assessoria jurídica do SINDSERVE PROPRIÁ informou que a liberação de servidores para o exercício de um mandato sindical é garantida pela Constituição Estadual de Sergipe e acrescentou que um ofício assinado pelo secretário de Administração do município não pode anular o decreto assinado pelo prefeito José Américo, em 2013, e aprovado pela Câmara Municipal de Propriá, instituindo a cessão dos diretores sindicais.

Diretor do SINDSERVE PROPRIÁ, Wagner Carvalho só vê uma explicação para a atitude da administração municipal: retaliação política, perseguição e tentativa de interferir na atuação combativa do SINDSERVE PROPRIÁ. “Estamos sempre cobrando nas ruas e na Justiça a realização de concurso público e o cumprimento da lei que instituiu o Plano de Cargos e Salários dos Servidores. Não somos omissos, à medida que tomamos conhecimento, denunciamos todas as irregularidades praticadas por esta gestão. Por isso percebemos esta ação da Prefeitura como uma forma de retaliação, uma tentativa de calar o sindicato, inibir os dirigentes e inviabilizar o exercício da atividade sindical. Tomaremos todas as medidas judiciais cabíveis e vamos continuar lutando. Fomos eleitos para lutar em defesa dos direitos dos servidores e não vamos nos intimidar com mais uma ofensiva do prefeito”.

O dirigente sindical resgatou que o prefeito já responde na Justiça for injúria e difamação contra os dirigentes do SINDSERVE PROPRIÁ, pois recentemente ocupou espaço nos veículos de comunicação locais para fazer acusações infundadas e sem qualquer prova contra as lideranças sindicais.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Belivaldo assina Ordem de Serviço da  etapa 2ª do Canal Remanso
Quinto dia de greve conta com caminhada e apitaço em Maruim
Belivaldo elogia trabalho de André e diz que Edvaldo foi feliz na parceria 
Motoristas de carro fumacê são capacitados pela Funesa