Aracaju, 25 de setembro de 2021

Campanha de vacinação contra a gripe Influenza começa dia 30 (Foto: Ascom SES)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Ministério da Saúde disponibilizará 500 mil doses da vacina para o estado.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) está em contagem regressiva para o “Dia D”, ocasião em que marca o início a campanha de vacinação contra a gripe Influenza.  A mobilização está marcada para o dia 30 de abril, mas a campanha segue até o dia 20 de maio, em todo o país. Os 75 municípios sergipanos estarão envolvidos nessa ação.

Ao todo, o Ministério da Saúde disponibilizará 500 mil doses da vacina para o estado. O primeiro dos quatro lotes destinados já foi entregue e corresponde a 116 mil doses. O segundo lote será entregue até o dia 22 deste mês.

Segundo a coordenadora do Programa Estadual das Doenças Imunopreveníveis e Imunização/DVS/SES, Sândala Teles, em 2015 a cobertura ultrapassou a meta estabelecida, atingindo 83,27% da população que integra os grupos prioritários, o que corresponde à vacinação de 340 mil e 260 pessoas em todo o estado. “A meta para 2016 aumentou. A perspectiva é de que, durante o período de campanha, 364 mil pessoas sejam vacinadas”, revela a coordenadora.

A Secretaria de Estado da Saúde é responsável por receber e distribuir as doses da vacina para os municípios. Para a distribuição, são consideradas as demandas de cada localidade, levando em conta os grupos prioritários. Integram esses grupos: crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, púerperas (até 45 dias após o parto), idosos (a partir de 60 anos), trabalhadores da saúde, povos indígenas, população privada de liberdade e seus funcionários, e pessoas com doenças crônicas.

“Nós temos uma meta por município, que é atender 80 % do grupo prioritário de cada um deles, e temos a meta estadual. É importante que essa população prioritária procure a unidade de saúde, no dia 30. Será um sábado em que todas as unidade estarão abertas e voltadas exclusivamente para a vacinação”, esclarece Sândala Teles.

Como parte dos preparativos para a vacinação, a Vigilância Epidemiológica da SES promoveu a capacitação de 126 técnicos de secretarias da Saúde dos municípios.

Monitoramento

Diante da característica mutante do vírus, são realizados, durante todo o ano, estudos e monitoramento em todo o território nacional. Para isso, os estados possuem Unidades Sentinelas, que são responsáveis por fazer a coleta de material para identificar a presença do vírus em pessoas com sintomas. A partir dos estudos, são gerados dados sobre a evolução do vírus. É com base nesses dados que os laboratórios produzem as vacinas.

“Os vírus que circulavam no ano passado já não são os mesmos que circulam este ano, por isso a vacinação é anual”, explica a coordenadora.

Vale destacar que, até o momento, foram confirmados  três casos da Influenza, em Sergipe. Todos eles evoluíram para a cura e tiveram sua origem de transmissão em outros estados, e até mesmo em outro país, ou seja, nenhuma deles se deu em Sergipe.

Prevenção

Além da vacinação para grupos prioritários, existem outras medidas preventivas para evitar a transmissão da Influenza e outras doenças respiratórias. Dentre essas medidas estão algumas bem simples como lavar as mãos antes de consumir alimentos, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca quando espirrar e tossir, evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, higienizar as mãos após tossir ou espirrar, manter os ambientes bem ventilados e não compartilhar objetos de uso pessoal.

Fonte: SES

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Polícia prende mulher que praticou roubo de motocicleta no Bugio
Enock Ribeiro, secretário Socorro, recebe Título de Cidadão Sergipano
Eliane participa reunião com articuladores do Selo UNICEF
Fábio Reis assina ordem de serviço para pavimentar povoado