Aracaju, 28 de setembro de 2021

Joaquina (Andreia Horta) parece mesmo carregar em seu sangue os valores de justiça e igualdade pelos quais seu pai

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Joaquina (Andreia Horta) parece mesmo carregar em seu sangue os valores de justiça e igualdade pelos quais seu pai, Tiradentes (Thiago Lacerda), morreu lutando. No caminho para casa, a jovem avista um menino pequeno carregando um saco pesado e oferece uma carona em sua charrete até onde ele mora.

Chegando ao local, Joaquina fica chocada com o cenário de miséria. Quem recebe o menino é sua mãe, em um casebre, e o saco que ele carregava estava cheio de miúdos de porco. A jovem tenta puxar assunto com a mulher, mas não é correspondida. Nisso, Raposo (Dalton Vigh) chega furioso e confronta a filha: “Rosa, quem mandou sair da estrada?! Quer se meter em outra confusão?!”.

Joaquina pergunta ao pai onde eles estão. “Na cidade baixa”, responde Raposo, argumentando que ela nunca deveria conhecer o lugar e chamando-a para ir embora. Mas a bela só consegue reparar na pobreza do local e se compadece do menino. “Era o assistente do ferreiro. Ele mal se aguentava em pé. O coitadinho trouxe comida pra mãe dele, coisa que ninguém mais queria…”, comenta, impressionada.

Fonte: globo.com

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Polícia já tem suspeito do roubo das joias de Ana Alves, que inclui anel do seu pai, e já vai ouví-lo
Seduc convoca 57 educadores profissionais aprovados em seleção para cursos técnicos
Sergipe recebe mais de 67 mil vacinas para aplicação em primeira e segunda doses
Luciano Bispo diz que PDES revela potencialidades para investimentos