Aracaju, 31 de julho de 2021

Disposto a dar um fim no documento, o coronel manda Cícero (Marcos Palmeira) reunir alguns homens

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Afrânio (Antonio Fagundes) fica revoltado ao saber que Edenilson (Flávio Rocha), um dos associados na cooperativa que Santo (Domingos Montagner) fundou, tinha um contrato assinado, de papel passado, com a associação. Com isso, o negócio que o Saruê fechou com ele pode ser considerado ilegal e prejudicá-lo.

Disposto a dar um fim no documento, o coronel manda Cícero (Marcos Palmeira) reunir alguns homens e entrar na cooperativa. Ao chegar lá, o jagunço deixa claras suas ordens aos comparsas: “Quero tudo isso aqui do avesso! Quebre tudo… O nome do cabra é Edenilsô. Ocês ponha fim em tudo que tive com nome desse infeliz!”.

Sem dó nem piedade, ele ainda ressalta que é capaz de matar se alguém cruzar o seu caminho. “Num é pra dexá nada de pé! E se alguém aparecê, ocês pode dar fim, que é pra não deixátestemunha!”

Fonte: globo.com

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Aracaju mantém a vacinação contra covid-19 neste final de semana        
LIRAa: Aracaju permanece em médio risco de infestação por Aedes
Belivaldo Chagas em Japaratuba dá ordem de serviço, bate bola com André Moura e diz que Zeca da Silva subirá mais um pouco
Influenza: PMA alerta gestantes sobre importância vacinação