Aracaju, 28 de setembro de 2021

Governador visita Casa de Cultura Jenner Augusto no Cacique Chá (Foto: Marcos Rodrigues)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Espaço abriga um restaurante escola

O governador Jackson Barreto visitou na tarde desta sexta-feira, 22, a Casa de Cultura Jenner Augusto, onde funciona também o restaurante escola Cacique Chá Bistrô do Serviço Nacional do Comércio (Senac). O espaço, localizado na praça Olímpio Campos, foi totalmente recuperado pelo Governo do Estado e abriga nove painéis da pintura moderna do artista plástico sergipano.

Acompanhado do diretor regional do Senac, Paulo do Eirado, o governador visitou a exposição permanente no espaço, que, além dos painéis originais, abriga publicações, condecorações, jornais e revistas que retratam o prestígio de Jenner Augusto na cena artística e cultural sergipana e nacional. Também acompanharam a visita o secretário de Estado da Comunicação, Sales Neto, e diretores do Senac. Após a exposição, todos almoçaram no local.

Jackson Barreto falou da importância de todos os aracajuanos conhecerem a história cultural do prédio, localizado em frente aos edifícios da Procuradoria Geral do Estado, da Câmara de Vereadores de Aracaju e ao lado da Galeria de Artes Álvaro Santos.

“É preciso ver a beleza da obra, é emocionante ver a exposição e a recuperação desse espaço possível com esta parceria com o Senac, que transformou isso aqui num restaurante escola. Esse espaço contribui com a revitalização do centro de Aracaju, com o fortalecimento do turismo, e tudo isso agrega para o público, além da qualidade da refeição que é elogiada por todos que freqüentam”, disse o governador.

Paulo do Eirado comentou o processo de alta tecnologia empregado no preparo dos alimentos. “Como a gente não pode fazer cozimento aqui, por conta da preservação das obras, a gente prepara os nossos alimentos todos nas cozinhas pedagógicas do Senac da avenida Ivo do Prado, num processo de ultra-congelamento. Sai do fogo direto e em 20 minutos está a 22º abaixo de zero, então coisas que normalmente não se pode congelar, usando esssa tecnologia não causa alteração nenhuma no alimento. E aqui não se descongela, se faz a restauração alimentar, é um processo através de forno combinado com vapor e temperatura que restaura o alimento”, explicou.

O prédio foi devolvido aos aracajuanos totalmente recuperado em julho de 2014. Em 17 de março de 2015, o restaurante escola foi aberto ao público, passando a funcionar regularmente todos os dias, incluindo sábado até as 14h.

Fonte: ASN

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Polícia já tem suspeito do roubo das joias de Ana Alves, que inclui anel do seu pai, e já vai ouví-lo
Seduc convoca 57 educadores profissionais aprovados em seleção para cursos técnicos
Sergipe recebe mais de 67 mil vacinas para aplicação em primeira e segunda doses
Luciano Bispo diz que PDES revela potencialidades para investimentos