Aracaju, 28 de setembro de 2021

Memória do Rádio Sergipano tem a simpatia do deputado Luciano Pimentel (Foto: Assessoria)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Na manhã desta terça-feira, 26 de abril, o deputado estadual Luciano Pimentel, PSB, conheceu o teor do projeto “Memória do Rádio Sergipano – uma história contada por quem a fez”, iniciativa do Sindicato dos Radialistas Profissionais do Estado de Sergipe.Para

a apresentação do projeto, Luciano Pimentel recebeu em seu Gabinete da Alese o presidente do Sindicato, radialista Fernando Cabral, e o publicitário Ricardo Rodrigues, da Agência Mercado Publicidade.

O “Memória do Rádio Sergipano” tem a elogiável pretensão de tirar das sombras o rádio e os profissionais sergipanos da radiodifusão, criando conteúdos que repassem às novas gerações a história da verdadeira importância deste veículo e dos homens

que o empreenderam no aspecto noticioso e no entretenimento desde fevereiro de 1939, quando o Estado teve a implatação de sua primeira emissora, a Aperipê de Sergipe. Uma AM, obviamente.

Ao deputado Luciano Pimentel foi revelada a síntese do projeto, ancorada em quatro itens: 1 – a implantação de um Centro de Estudos e Pesquisas sobre o rádio sergipano na sede do próprio Sindicato; 2 – a produção e organização de um acervo da memória

sergipana desse veículo, para servir de consulta aos estudantes de comunicação e à sociedade em geral; 3 – desenvolvimento e disponibilização de um site com biografias coletivas, vídeos e imagens dos radialistas do Estado e 4 – Exibição nas TVs públicas de

Sergipe (Alese, Aperipê) de minidocumentários sobre a vida dos profissionais.

Além disso, serão feitos um livro com a biografia coletiva de cada um e uma exposição com todo este conteúdo. Luciano Pimentel foi informado pelos dois emissários de que o Projeto vem sendo tocado desde setembro do ano pasado e que quer chegar

a 21 de setembro deste ano, Dia do Radialista, com pelo menos 200 depoimentos tomados de radialistas da velha guarda.

O deputado aprovou o que viu. “Não escondo de ninguém a minha assumida afeição pelo rádio. Isso vem da minha adolescência e perdura nos dias de hoje. Para mim, ele é o mais universal e o mais democrático dos veículos de comunição. Contempla, horizontalmente,

a todas as camadas sociais, e esse projeto do Sindicato me parece sensível à importância do veículo e dos radialistas que lhe encheram e lhe enchem de significado”, diz Luciano Pimentel.

Sem contar com as comunitárias, Sergipe tem hoje 32 emissoras de rádio em funcionamento, entre AMs e FMs – e todas as AMs marchando para se converter em FMs. São cerca de 2.500 radialistas. O Sindicato pediu apoio ao deputado Luciano Pimentel para a materialização do projeto. “Dentro do que for possível, darei a minha participação”, disse o parlamentar.

Fonte: assessoria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Polícia já tem suspeito do roubo das joias de Ana Alves, que inclui anel do seu pai, e já vai ouví-lo
Seduc convoca 57 educadores profissionais aprovados em seleção para cursos técnicos
Sergipe recebe mais de 67 mil vacinas para aplicação em primeira e segunda doses
Luciano Bispo diz que PDES revela potencialidades para investimentos