27/04/16 - 14:21:55

Servidores do HCTP participam de capacitação de segurança e saúde (Foto: Ascom Sejuc)

Na manhã desta quarta-feira, 27, foi dado início ao curso de capacitação para guardas prisionais e servidores da saúde do Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico de Sergipe (HCTP). O curso tem como objetivo capacitar os servidores para operacionalização dos tratos com internos do hospital e será realizado até amanhã, 28, na Escola de Gestão Penitenciária Prof. Acrísio Cruz (Egesp).

A capacitação oferece 3 módulos, que levantam temas de teor Legal das ações de tratamento dos internos, discussão ministrada pelo promotor de justiça, Dr. Luís Cláudio Almeida, Direitos Humanos com o defensor público, Dr. Anderson Amorim, Atenção à Saúde Mental com a psiquiatra forense, Drª  Maria Helena Ávila e Técnicas de Contenção, Imobilização e Condução de Custodiados com instrutores do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

“Entendo que qualquer profissional, inclusive os guardas prisionais precisam está sempre atualizados e a atualização pressupõe encontros em que haja um compartilhamento de conhecimentos e experiências. Então todo e qualquer curso que vise atualizar acaba contribuindo para uma melhor qualidade do serviço. No meu caso o meu interesse é não apenas atualizar, em termos do conhecimento atual, mas também colocar determinadas questões que vão ajudar a fazer com que a organização prisional e a administração prisional possam evoluir também,” disse, o Dr. Luís Cláudio, promotor de justiça.

A capacitação envolve 43 servidores inscritos e a sala lotada no primeiro dia de curso reflete a preocupação dos profissionais em se atualizar para cada vez mais, melhor desenvolver o seu trabalho no hospital.

A enfermeira Clesemary Souza dos Santos, é enfermeira no HCTP e relatou como profissional, a importância da participação dos servidores na capacitação.

“Vai acrescentar muito em relação a humanização, como tratar, o cuidar mesmo. Na visão do enfermeiro é o cuidar, como vamos melhor abordar, se será uma abordagem diferenciada para todos os servidores acredito. Por isso, a parte do cuidar, eles estão reclusos pela sociedade, mas também são pacientes, por ser pacientes então o tratar é diferenciado dos outros presídios, e com o curso vem a melhorar justamente essa forma, não somente os enfermeiros, mas para todo o grupo para ter o olhar diferenciado,” disse a enfermeira.

“Além de aumentar a autoestima do servidor, o curso vem para mostrar a ele  e retirar um pouco dessa angústia de achar que os problemas do HCTP são gerados lá. Para o servidor entender que é um problema que vem além do hospital. A gente tenta fazer o que pode, resolver os problemas mais imediatos, mas o problema vem de discussões gerada à muito tempo, à exemplo da Lei 10.216 que é de reforma psiquiátrica,” disse, Paula Patrícia, diretora do HCTP.

Assessoria de comunicação – Sejuc