Aracaju, 27 de janeiro de 2022

NÃO É O PRESIDENTE DOS SONHOS

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

DIÓGENES BRAYNER[email protected]

O cientista político Ruy Fabiano escreve que é claro que Michel Temer não é o presidente dos sonhos da imensa maioria dos que saíram às ruas pedindo o impeachment de Dilma Roussef. Mas é o que há. A tese de eleições diretas como coroamento da deposição da presidente é sedutora, não há dúvida.

Seria (será) a melhor maneira de oxigenar o ambiente político e oferecer novas e melhores alternativas ao país. Ocorre que não é possível, sem quebra das regras constitucionais, impô-la de imediato, a menos que o vice optasse pela renúncia.

Como não é possível obrigá-lo a tanto – renúncia é ato unilateral de vontade -, o jeito é absorvê-lo e trabalhar com os dados objetivos dessa realidade. Os que cercam Temer sustentam que essa transição, embora sem nenhum apelo popular, é necessária, pois, antes que o país mergulhe numa campanha eleitoral de tal porte, que o manteria paralisado, precisa de um interregno para que a economia possa sair da UTI.

Há mais esperteza que coerência – e compromisso cívico – em tal gesto. Ao empenhar-se na deposição do atual governo, o PSDB não ignora o fato do que virá na sequência – e da responsabilidade que tem no encadeamento dos fatos.

Se quer a derrubada da presidente, está inevitavelmente comprometido com o que daí ocorre: a ascensão do vice. Michel Temer não terá chances se não reunir em torno de si a mesma massa de apoio que o levou ao cargo. Negar esse apoio pode ser uma maneira oblíqua (e intencional) de levá-lo ao fracasso e, por essa via, à renúncia.

ENCONTRO

Eduardo Amorim, André Moura, Edvan Amorim (PSC), Valadares Filho e senador Valadares (PSB) se reúnem em Aracaju neste final de semana.

Em pauta: eleições à Prefeitura de Aracaju e estratégias.

CARLOS BRITTO

O ministro Carlos Ayres Britto negou ontem, via WatsApp, que tenha sido convidado por Michel Temer para fazer parte de um eventual Governo dele.

Os dois são amigos pessoais há 40 anos.

CIDADÃO

Carlos Britto disse que Temer sabe que “já dei por encerrada a minha trajetória como agente do Estado. Sigo como cidadão, apenas”.

– Inteiramente dos quadros estatais, portanto, disse,

PAI E MÃE

Edvan Amorim (PR) disse ao irmão, senador Eduardo Amorim (PSC), précandidato a prefeito de Aracaju, “que ele (Eduardo) é o pai e mãe da campanha”.

Quer dizer, Eduardo é quem deve determinar como será sua candidatura.

VALADARES

Edvan disse ainda que o deputado Valadares Filho (PSB), também précandidato, tem que tomar posição sobre a questão de esperar decisão de Jackson Barreto (PMDB).

– No final, se Eduardo não for candidato, usa-se o plano “b”, que é Valadares.

BUSCANDO

Elber Batalha diz que não há entendimento entre PSB e PSC. Salienta que partido continua buscando apoio de Jackson Barreto a Valadares Filho.

Pode ser, mas Elber parece que estar na lua.

IRREVERSÍVEL

O deputado Luciano Pimentel (PSB) disse que quem conhece o trabalho de Valadares Filho (PSC) para disputar a Prefeitura sabe que a sua candidatura é irreversível.

– Não haverá recuo da parte dele, disse.

PROJETO

Segundo Luciano, quem quiser entrar nesse projeto do précandidato Valadares Filho que venha e todos serão bem aceito em uma ampla coligação.

– Em breve teremos surpresas grandes, anunciou.

DETALHE

Segundo uma fonte do PSB que falou em off, o partido só vai esperar até maio para ter uma conversa com o governador Jackson Barreto.

Se não acontecer pode deixar a base aliada.

EXECUTIVA

O PT realiza hoje, em sua sede, reunião da Executiva Estadual, para discutir se o partido apoia Zezinho Sobral (PMDB) ou Edvaldo Nogueira (PSB) na disputa pela Prefeitura.

Há grupos divididos entre um e outro.

ANA LÚCIA

O grupo liderado pela professora Ana Lúcia apoia o ex-prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) como candidato do bloco e acha que ele tem melhores condições para a disputa.

Mas não reage em caso de ser minoria.

GUALBERTO

A ideia da reunião da Executiva é do líder do Governo, deputado Francisco Gualberto (PT), que é líder do Governo e prefere que o candidato a prefeito seja Zezinho Sobral (PMDB).

Percebe-se que o nome de Valadares Filho não é citado.

CONTATOS

O deputado Jony Marcos (PRB) teve conversa com Jackson Barreto e sentiu que ele tende a apoiar o deputado Padre Inaldo a prefeito, com Betinho (PMDB), para vice.

Mas JB também conversa com Zé Franco (PSDB).

MUDANÇA

Jackson Barreto, durante a conversa com Rony, deixou antever que fará mudanças na sua equipe, mas não entrou em detalhes sobre isso.

O governador já deveria ter feito a reforma administrativa.

CIRCULOU

Jony ontem também teve encontro com André Moura, com Eduardo Amorim, com Fábio Mitidieri e como Valadares tratando sobre política em Sergipe.

Ele acha que o PRB estará bem no Governo Temer.

CRITICA

O deputado Capitão Samuel diz que vê vários debates sobre Educação Pública, mas infelizmente a aprendizagem nos colégios públicos está cada dia pior.

– De quem é a culpa?

JERÔNIMO

Jerônimo Reis (PMDB) ainda não declara précandidatura a prefeito de Lagarto, mas sente que não há outra alternativa. Lila Fraga não será candidato à reeleição.

Reis já está com título pronto para disputar o mandato.

FÁBIO REIS

O deputado federal Fábio Reis (PMDB) disse que, em Brasília, a sensação até mesmo de deputados petistas, é que Dilma Rousseff sairá do Governo em maio.

A tendência em relação a isso é muito forte.

Notas

No Rio – O governador Jackson Barreto (PMDB) participou da cerimônia de assinatura do acordo entre a Golar/Genpower e a Exxon Mobil no Rio de Janeiro. Este projeto consolida a vocação de fornecedor de energia que Sergipe possui para o restante do país. Jackson Barreto retornou do Rio ontem à noite

0x0

Economia – O presidente da CNA, João Martins, cobrou ontem de Michel Temer, diálogo com o setor empresarial e resultados rápidos caso ele assuma o governo com o afastamento de Dilma Rousseff. Martins e representantes de outras sete confederações da classe que estiveram com Temer para tratar de propostas para impulsionar a economia.

0x0

Violência – Desde o início de abril, pelo menos 11 pessoas foram mortas pela polícia no Rio de Janeiro. A denúncia é da Anistia Internacional, que chama atenção para a violência policial e violação dos direitos humanos nas favelas no marco dos 100 dias para o início dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

0x0

Âncora – O Sistema Firjan disse que a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) de manter a taxa básica de juros em 14,25% ao ano não surpreendeu, já que, segundo a entidade, a economia brasileira passa pela “mais profunda e longa recessão de sua história”. O sistema defende “um plano fiscal de longo prazo que sirva como âncora”.

0x0

Janela – Plenário da Câmara aprovou, na noite de ontem, a proposta que altera a definição do número de vagas das comissões para adequar os colegiados às trocas de legenda feitas durante a janela partidária. Os deputados ficaram irritados porque consideram que a proposta só beneficia ao presidente Eduardo Cunha.

0x0

Dívidas – O STF decidiu adiar por 60 dias o julgamento que definirá como será o cálculo das dívidas dos estados com a União: se por juros simples ou compostos. Os ministros deram esse prazo para os entes negociarem a forma de pagamento fora do Judiciário e evitar que um dos lados saia muito prejudicado com eventual decisão da corte.

Conversando

Admite – Dilma Rousseff já admitiu a aliados que seu afastamento temporário da Presidência já se tornou inevitável e decidiu traçar uma nova agenda.

Cuspe – Sargento Edgard diz que é favorável ao Impeachment, mas nem por isso vou sair por ai cuspindo as pessoas que são contrárias, nem mesmo os petistas.

Cientista – Magna e Jailson Santana conversam com cientista político da UFS sobre situação política e financeira do país.

Elber – Presidente Municipal do PSB, Elder Batalha, critica o MST de protestar em frente à casa de André Carvalho (PSC): “não dá para confundir o público com o privado”.

Sequestro – Gilmar Carvalho alerta sobre ação de supostos sequestradores de crianças nas imediações do Gameestation do shopping Riomar.

Desafio – Lucas do Aribé nega que tenha chamado Valadares Filho de hipócrita e desafia colegas a discutirem quem trabalha mais pelo povo.

Estrutura – Médico explica falta de estrutura de posto na Zona de Expansão que o levou a realizar atendimentos embaixo de um pé de mangueira.

Insulto – Agamenon Sobral chama Lucas do Aribé de “cara de pau” e pede para ele admitir ter declarado que Valadares Filho era hipócrita.

Ratifica – Henri Clay ratifica que OAB-SE vai tentar medida liminar para tentar impedir pagamento do auxílio moradia retroativo ao Ministério Público.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Famílias da zona rural recebem subsídio pra comprar imóveis, Em Sergipe, foram 8 contratos que somaram R$ 627 mil
Secretaria de Estado da Saúde recebe 48.550 doses de vacinas contra a Covid-19 nesta quinta
Aracaju recebe 21 mil testes rápidos enviados pelo Ministério da Saúde a pedido da FNP
Campanha de combate à Hanseníase oferece exames à população no Hospital Universitário