Aracaju, 25 de setembro de 2021

Artista sergipano renomado na França é tema da próxima Sexta Cultural do TCE (Foto ascom)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O ilustrador sergipano Cândido Aragonez de Faria é considerado na França “referência para a história do cinema e da publicidade”, nas palavras de Sophie Seydoux, presidente da Fundação Jérôme Seydoux-Pathé, responsável por reunir um grande acervo que envolve peças essenciais ao surgimento e à existência da sétima arte.

Segundo a professora e pesquisadora Danielle Virginie, o artista, protagonista da exposição de abertura da Fundação, em 2014, trabalhou na famosa casa Pathé de 1902 até sua morte em 1911 e foi um dos principais ilustradores dos cartazes do cinema da época. Em Paris, ele conviveu com outros artistas do peso de Cézanne, Gauguin, Van Gogh e Toulouse-Lautrec.

Mais de 20 cartazes de Cândido Aragonez de Faria estarão expostos no Espaço Cultural do Tribunal de Contas (TCE/SE) a partir da sexta-feira, 6, na segunda Sexta Cultural deste ano. “Será uma exposição belíssima de um artista consagrado na Europa, mas, infelizmente, pouco conhecido dos sergipanos”, disse o presidente Clóvis Barbosa.

A Sexta Cultura iniciará com a Missa de Páscoa para os servidores do TCE, celebrada pelo padre Christiano Silvestre no Auditório Governador Lourival Baptista. Haverá o relançamento do livro “Quatro Monólogos Trágicos e Outros Poemas”, do poeta Hunald de Alencar.

A programação da Sexta Cultura encerra-se com o consagrado show “Chante La France”, com a cantora Célia Gil e banda.

Fonte: TCE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Polícia prende mulher que praticou roubo de motocicleta no Bugio
Enock Ribeiro, secretário Socorro, recebe Título de Cidadão Sergipano
Eliane participa reunião com articuladores do Selo UNICEF
Fábio Reis assina ordem de serviço para pavimentar povoado