Aracaju, 4 de agosto de 2021

Governo desenvolve robótica educacional com estudantes da rede estadual (Foto: Maria Odilia)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

As atividades são trabalhadas em oficinas itinerantes nas unidades de ensino da rede e tem revelado o talento de novos inventores

Idealizado pelo professor de sociologia do Colégio Estadual Secretário Francisco Rosa, Flávio Gilberto Bento Silva, o projeto Oficina de Robótica Educacional está em atividade desde 2013 e funciona como ferramenta pedagógica de iniciação tecnológica e científica, contribuindo para o processo de ensino e aprendizagem dos estudantes da rede estadual.

Pioneiro na rede pública, o projeto conta com aulas práticas que contextualizam os conteúdos curriculares e dão novo sentido à aprendizagem. De acordo com o professor Flávio Gilberto, a proposta é instigar os estudantes a mobilizar conhecimentos interdisciplinares, como um compromisso social, “ressignificando conceitos científico-tecnológicos através de atividades experimentais e lúdicas que favoreçam o desenvolvimento das múltiplas inteligências”, explica ele.

O projeto Oficina de Robótica Educacional, com suas ideias inovadoras, foi contemplado em Edital pela Fundação de Apoio à Pesquisa e Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe (FAPITEC), com bolsas do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica Júnior (Pibic Jr.).

Além de atender os estudantes do Francisco Rosa e estar aberta à comunidade, a oficina foi ministrada, na modalidade presencial, nessa sexta-feira, 29, pelo professor Flávio Gilberto Bento da Silva e sua equipe de alunos, para estudantes do ensino fundamental da Escola Estadual Rodrigues Dórea, “nossa primeira oficina com alunos desse nível de estudo”, acrescenta o idealizador do projeto.

Essa prática pedagógica conta com o apoio e o fomento da Secretaria de Estado da Educação, que por meio da Diretoria de Educação de Aracaju (DEA/SEED) está levando as oficinas às demais escolas da capital, sob a coordenação das técnicas do Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE/DEA), Rivanildes dos Santos e Rozinete da Rocha.

“O projeto conta hoje com três alunos bolsistas da FAPITEC, que juntamente com outros estudantes, participam das oficinas itinerantes como monitores, reaplicando os conteúdos aprendidos na Oficina do Colégio Estadual Francisco Rosa com os demais estudantes da rede”, afirma Gilberto.

A culminância da oficina Itinerante, para o Rodrigues Dórea, aconteceu nessa segunda-feira, 02, no pátio da escola, com a demonstração dos robôs confeccionados pelos alunos, num momento de socialização do conhecimento para os demais estudantes.

Talento

Vários alunos participantes do Projeto Oficina de Robótica Educacional já conseguiram projeção de destaque nacional, pela inovação dos protótipos que desenvolveram durante as aulas práticas da oficina.

Divulgado em agosto de 2015, o resultou da prova teórica da Olímpiada Brasileira de Robótica (OBR) contemplou o estudante José Vitor Santana, aluno do Colégio Estadual Francisco Rosa, como o único sergipano selecionado para representar o Estado em um Mini Curso de Robótica, na Fase Final da OBR; apenas um estudante em cada estado foi selecionado para o Minicurso.

Também aluno do projeto Oficina de Robótica, o estudante Lucas Otávio Silva, com apenas 11 anos, teve destaque em rede nacional de televisão, ao participar de um quadro do programa “É de Casa”, exibido pela Rede Globo, no último sábado, 30.

Durante o programa, o jovem inventor sergipano apresentou alguns dos seus inventos, como um aspirador de pó e um alarme para porta, construídos por ele durante as aulas práticas da oficina, utilizando sucatas eletrônicas e materiais domésticos.

As invenções de Lucas Otávio, assim como outros projetos criados nas oficinas, são resultado dos esforços coletivos e da experimentação da equipe de alunos que integram as atividades do projeto. Estes resultados têm despertado o interesse de outros estudantes pelo estudo da robótica e consequentemente aumentado a procura pelas aulas.

OBR

Ao participar da OBR pela segunda vez, uma equipe de alunos do Colégio Estadual Francisco Rosa competiu na etapa estadual da edição 2015 com um robô montado por eles próprios durante as atividades da Oficina. Os estudantes da rede pública foram os únicos representantes de Sergipe na Etapa Nacional da OBR 2014, modalidade prática, disputando com 20 equipes de todo país.

Aluno do 3º ano do ensino médio, Willams Dantas explica que o robô, comandado por ele durante a competição, foi resultado da construção anterior de três protótipos. “A ideia é fazer com que o robô que montamos consiga fazer curvas, desviar de obstáculos e atingir seu objetivo na competição, mas como tivemos pouco tempo na montagem desse último protótipo, acredito que será necessário ser feito alguns ajustes para melhorarmos o seu desempenho”, diz Willams Dantas, estudante bolsista e monitor das oficinas itinerantes.

O projeto Oficina de Robótica foi selecionado em agosto de 2015 para participar da Mostra Nacional de Robótica, evento realizado durante a fase final da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) 2015, entre os dias 28 de outubro e 2 de novembro, na cidade de Uberlândia, em Minas Gerais.

Contando com o apoio da Secretaria de Estado da Educação, por meio da Diretoria de Educação de Aracaju (DEA), o coordenador do Projeto e mais dois alunos participantes da Oficina foram à cidade mineira, para expor os projetos desenvolvidos pelos estudantes durante as atividades da Oficina.

Em torno de 30 alunos participam da Oficina de Robótica Educacional coordenada pelo professor Flávio Gilberto. Ele explica que a maioria dos projetos em desenvolvimento pelos participantes da Oficina é de tecnologias assistidas, ou seja, “projetos que visam uma aplicação social do conhecimento, na medida em que o resultado da criação pode ser aplicado para uso de pessoas com deficiência, por exemplo”.

Assessoria de Comunicação da SEED

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Sem título
MPSE recomenda que Japaratuba e Pirambu incluam ações e conteúdos sobre direitos humanos e prevenção à violência
Alterado  funcionamento das UBSs de síndrome gripal no final de semana
Universidade Federal lança concurso com 13 vagas para professor efetivo