04/05/16 - 21:05:05

RENAN SÓ TOMA PROVIDÊNCIAS DEPOIS DA DECISÃO DA COMISSÃO

O presidente do Senado, Renan Calheiros, informou, nesta quarta-feira (4), que aguarda a decisão da comissão especial que analisa o pedido de impeachment da presidente da República, Dilma Rousseff, para depois tomar as providências subsequentes, que incluem os procedimentos para a votação do processo pelo Plenário do Senado.

A comissão especial deve concluir a votação do parecer do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) na próxima sexta-feira (6). O texto concluiu pela admissibilidade da abertura do impeachment de Dilma. O relatório ainda terá que ser votado na comissão para, se aprovado, ser submetido ao Plenário.

Renan Calheiros comunicou que, caso o pedido de impeachment seja aprovado pela Comissão Especial, vai se reunir com os demais integrante da Mesa, também na próxima sexta, para definir os procedimentos de votação e de segurança que serão tomados pelo Senado.

“Prefiro discutir na sexta-feira, para não dizerem que estamos precipitando fatos, consolidando a partir de uma discussão que poderia não existir. Hoje eu conversei com o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rolemberg, para anunciar as medidas que o Senado tomará. Havendo uma decisão da comissão na sexta-feira, faremos a leitura do relatório na segunda-feira e vamos marcar num prazo de 48 horas, portanto na quarta-feira, a votação no Plenário do Senado Federal”, afirmou Renan Calheiros.

O presidente do Senado também comentou sobre o processo de cassação aberto pelo Conselho de Ética contra o ex-líder do governo, senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS), por quebra de decoro parlamentar. Renan Calheiros afirmou que se a votação for concluída pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) nesta quinta (5), a tendência é de que a cassação seja decidida pelo Plenário na próxima terça-feira (10).