Aracaju, 17 de setembro de 2021

BANCO PRETENDE APOIAR COMBATE AO AEDES AEGYPTI EM SE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A instituição bancária internacional pretende disponibilizar U$ 8 milhões, o equivalente a R$ 25 milhões, do Águas de Sergipe para serem aplicados na prevenção, combate e acompanhamento das vítimas do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e do Zika vírus

Em reunião com o governador Jackson Barreto, nessa quarta-feira, 4, o representante da missão do Banco Mundial para o Programa Águas de Sergipe, Tadeu Habicallin, informou a intenção da instituição bancária internacional de patrocinar ações na área da saúde. De acordo com Habicallin, o banco vai disponibilizar U$ 8 milhões, o equivalente a R$ 25 milhões, do Águas de Sergipe para serem aplicados na prevenção, combate e acompanhamento das vítimas do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e do Zika vírus, que provocou microcefalia em centenas de recém-nascidos no país.

Numa primeira etapa, o representante do Banco Mundial explicou ao governador que os recursos serão aplicados na compra de carros fumacê, construção de um centro de imagem para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) e ampliação da capacidade do Laboratório Central de Saúde Pública de Sergipe (Lacen). Numa segunda etapa, o programa prevê a ampliação da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes, com a instalação de 30 leitos normais e dez de unidade de tratamento intensivo (UTI) neonatal. Também é pretensão do banco financiar os equipamentos do Centro de Reabilitação e Referência de Sergipe que está sendo construído pelo governo estadual. Para a execução dos projetos na área da saúde, Habicallin disse que é preciso elaborar os projetos e obter a autorização do Governo Federal.

O governador ficou satisfeito com a possibilidade do Banco Mundial disponibilizar recursos do programa para a Secretaria de Estado da Saúde incrementar as ações de prevenção, combate e tratamento aos pacientes vítimas do Aedes aegypti. “Irei promover uma reunião com a Secretaria do Meio Ambiente, Cohidro, Deso e Saúde no sentido de que os entes envolvidos nos projetos trabalhem de forma harmoniosa e que não venham a atrasar a programação”, acentuou Jackson Barreto.

Águas de Sergipe

A missão do Banco Mundial está no estado para inspecionar as ações do Programa Águas de Sergipe, que é financiado pela instituição internacional. O governador ouviu dos técnicos que os projetos de Sergipe estão com um bom andamento, as licitações estão avançadas e os editais encontram-se próximos de contratar os serviços.

O Banco Mundial está investindo U$ 70 milhões, o equivalente a quase R$ 200 milhões, em obras estruturantes na Bacia do Rio Sergipe. O programa prevê a construção do sistema de esgotamento sanitário de Itabaiana e Nossa Senhora das Dores; macrodrenagem de Itabaiana; revitalização dos perímetros irrigados de Jacarecica I e II e Ribeira; e reflorestamento de matas ciliares dos afluentes do Rio Sergipe.

De acordo com Jackson, esta é a segunda vez que uma missão do Banco Mundial visita Sergipe para inspecionar as ações do programa. “O Estado tem que ter compromisso no cumprimento das metas, pois o Banco Mundial está financiando obras estruturantes e fundamentais para a qualidade de vida da população. O banco está nos avaliando de forma positiva e solicitou uma maior integração entre os órgãos na execução dos projetos. A mim compete reafirmar a importância do programa e cobrar dos setores envolvidos o respeito aos prazos”, afirmou o governador.

Participaram também da reunião, os representantes do Banco Mundial, Paula Pedreira de Freitas de Oliveira e Luiz Cláudio Martins Tavares, bem como o secretário de Estado do Meio Ambiente, Olivier Chagas, e assessores de órgãos estaduais.

Ascom ASN

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Sesc lança Semana Move na orla de Atalaia em Aracaju
Semana Nacional do Trânsito é aberta em Sergipe
Incêndio atinge apartamento no Centro de Aracaju. O trabalho durou cerca de 3 horas
Aracaju: Avenida Beira Mar terá trânsito temporariamente bloqueado domingo