Aracaju, 2 de agosto de 2021

Homem que xingou juiz, Sergipe e Lagarto será alvo de inquérito policial

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O delegado-geral da Polícia Civil de Sergipe, Alessandro Vieira, determinou nesta quarta-feira (04),  investigação ágil e rigorosa para apurar declarações feitas por Walmir Marques Júnior nas redes sociais, onde ele profere ofensas contra o estado de Sergipe, ao município de Lagarto e ao juiz Marcel Montalvão.

Ele gravou um vídeo e faz ofensas contra a população de Lagarto, Sergipe, em virtude da decisão do juiz criminal da Comarca da cidade, Marcel Montalvão, que determinou a suspensão de conversas pelo aplicativo whatsapp por 72 horas.

O inquérito será instaurado e encaminhado para a Delegacia Especializada em investigações de crimes cibernéticos. Ele deverá prestar depoimentos para se defender e argumentar por quais motivos xingou e menosprezou a população de Lagarto e Sergipe, em virtude da decisão judicial.

Na fala de Walmir Marques, em sua página pessoal no Facebook, ele afirma: “Deviam jogar 80 milhões de ovos nessa cidade. O que mais deve ter lá é nego morrendo de fome e que não usa whatsapp. É nego que não usa aplicativo e não usa nada”.

Para a Polícia Civil, ele pode ser indiciado por injúria racial ou até xenofobia, a depender da avaliação feita durante o transcorrer do inquérito policial.

As informações são da SSP/SE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Batata-doce é cultivada no Alto Sertão com irrigação pública
Em Aracaju, 16,4 mil pessoas estão aptas a receber 2ª dose de AstraZenca e Pfizer
“Somos ricos em gás e minérios e referência para o país agora e nos próximos anos”, diz Belivaldo
No próximo sábado vai ter Fora Bolsonaro na Feira do município de Siriri